Suspeita de fraude em concurso público de Santa Quitéria

Atenção, Manin Leal! O concurso para provimento de cargos na Prefeitura de Santa Quitéria tem suspeitas graves de fraude.

O blog teve acesso exclusivo, neste fim de semana, a duas listas de aprovados no certame – sob responsabilidade da Fundação Vale do Piauí -, e os indícios de que houve alterações fraudulentas são muito grandes.

Primeira lista tinha sete aprovados com nota máxima

A primeira lista (baixe aqui o arquivo em PDF), por exemplo, tem  sete aprovados com nota máxima: 100,00.

No entanto, inexplicavelmente, uma nova lista divulgada na sexta-feira (19) surpreendeu muita gente. Nela, cinco desses aprovados com nota máxima simplesmente “sumiram” (veja aqui a segunda lista, também em PDF).

Candidatos "sumiram" da segunda lista. Por quê?

É bom o prefeito e o Ministério Público abrirem o olho para essa tal Fundação Vale do Piauí.

8 ideias sobre “Suspeita de fraude em concurso público de Santa Quitéria

  1. Concurso público em Prefeitura do Maranhão, é pura patifaria, pa ti fa ria, muito bem explicadinho. Virou loteria, convoca-se um Fundação qualquer dessas bem “fuleira”, do Piauí melhor ainda, e faz-se o concurso, arrecada milhões em cruzeiro e depois dividem o dinheiro, geralmente essas renda eventuais, quem fica é a mulher do prefeito ou então, algumas de suas “Putas”, no interior prefeito tem muita. Na classificação primeiros são os parentes, aderentes e concubinas, depois os apadrinhados, o amigo do amigo, até as conhecida da puta do soldado que é amiga da rapariga do Cabo de Policia delegado do Município, são aprovados. Agora, quem estuda, tem gastos com passagens, viagem, hospedagens, onde vão fazer prova, são aprovados mais não levam, são substituido pela cachorada ai de cima, na moleza, e o pior ninguém, MP, Procon, o Delegado o Padre, não tomam providência para punir esses canalhas desses prefeito malandros e relaxados.

  2. Olá, não sei o que aconteceu, só sei que quero meu dinheiro de volta e uma idenização pelo que gastei devido a esse concurso.
    Alguem tem culpa em tudo isso, a Empresa que organizou o concurso ou a Prefeitura.
    Onde está a justiça e a fiscalização? Não somos palhaços, tão pouco cegos.
    Os argumentos declarados pelo decreto do Senhor Prefeito Osmar não trazem argumentos suficientes e claros para aceitar-se um cancelamento. Anular é uma coisa ( haverá nova chance) mas cancelar?!
    Se houve erro nisso tudo certamente não foi dos concursados.

  3. A responsabilidade pela devolução do dinheiro, tanto é da Prefeitura quanto da instituição que promoveu o certame, e a desculpa do Sr, Prefeito de que não foi repassado o dinheiro arrecadado é mero engodo. Primeiro: indícios de fraude não é desculpa para anular o concurso, por isto o Decreto é inconstitucional. Pergunta-se, onde está o Ministério Público, onde está a Justça para acionar tanto a Prefeitura quanto a tal Fundação que realizou o Concurso.Queremos resposta logo, pois esse Decreto fajuto não altera em nada o resultado do evento.

  4. Onde está a justiça?saí de esperantina -pi apois um mês de estudos para nada,sem contar nos gastos que tive que fazer,mais duas horas de viagem isso é uma falta de respeito ao cidadão brasileiro.