Cobrada por comunistas, Eliziane explica ausência em ato de Haddad

A deputada federal e senadora eleita Eliziane Gama (PPS) manifestou-se hoje (22), depois de ter sido publicamente cobrada por comunistas pela sua ausência em ato de Fernando Haddad (PT) em São Luís (reveja).

Em nota emitida por sua assessoria nas redes sociais, a parlamentar afirma que não está participando de nenhuma atividade política no no Maranhão devido a um tratamento de saúde.

E “reafirma compromisso com o Maranhão e o apoio incondicional e integral ao seu grupo político, comandado pelo governador Flávio Dino”.


10 ideias sobre “Cobrada por comunistas, Eliziane explica ausência em ato de Haddad

  1. se uma pessoa tem fe e participa de uma igreja e se essa igreja esta em comunhao com deus, e seu pastor pede que ela fique do lado da igreja mas ela se posiciona totalmente ao contrario vamos dizer que essa pessoa colocou DEUS em segundo plano (…)

  2. Procura assunto Antonio, tira Deus dessa historia, será que ele gosta de quem tem um torturador como ídolo, pastor tem é que orar e ganhar o dinheiro dos irmãos para viver no luxo enquanto os irmãos passam fome.

  3. “Em nota emitida por sua assessoria nas redes sociais, a parlamentar afirma que não está participando de nenhuma atividade política no no Maranhão devido a um tratamento de saúde.”

    Çei !!!

  4. Essa santinha do pau oco, terá o troco nas urnas….vou aguardar ela vir disputar a prefeitura contra o Braide…. vai pegar uma surra nas urnas no 1turno pra nunca mais esquecer!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *