Com um militar (ilegalmente) à disposição, Evangelista ainda reclama de falta de segurança

O deputado oposicionista Neto Evangelista (PSDB) insiste na disseminação de boatos sobre uma falsa sensação de insegurança no estado por conta da greve da Polícia Militar e dos Bombeiros.

Em seu perfil no Facebook, o tucano sugere um campanha para “sensibilizar a governadora”, a não votação do Orçamento 2012 como forma de pressão e, inclusive, o IMPEACHMENT – como ele mesmo escreveu, em letras garrafais.

“Vamos fazer uma campanha para sensibilizar a Governadora (sic) para enviar imediatamente o reajuste dos Militares para a Assembléia. Não sensibilizada, só vejo duas alternativas: A primeira, a de não votar o Orçamento de 2012 para pressionar o Governo, e a segunda, caso o primeiro não resolva, é buscarmos o IMPEACHMENT deste Governo”, declarou.

Tudo por causa de um suposto caos instalado na cidade após a paralisação.

Mas não foi isso o que mais chamou a atenção na postagem. O que realmente salta aos olhos é o que soa praticamente como um deboche do parlamentar. Evangelista reclama de falta de segurança. “O que não pode, é ficarmos sem segurança”, diz.

Logo ele, que, mesmo ilegalmente, mantém um policial militar à disposição do seu gabinete como ajudante-de-ordens, praticamente um motorista: o cabo Silva (conforme revelou o blog do Marco D’Eça).

Silva é o mesmo flagrado no vídeo abaixo, do blogueiro Luís Pablo, tentando invadir o plenário da Assembléia Legislativa na noite em que os militares decidiram pela greve.

Me compre um bode, Neto!


20 pensou em “Com um militar (ilegalmente) à disposição, Evangelista ainda reclama de falta de segurança

  1. Não sei se a sociedade ou o Evangelista estão seguros. Mas com uma greve da Polícia Militar, caso eu fosse um bandido, certamente me sentiria bem seguro.

    Abraço Gil!

    • A questão, Gabriel, é que a PM está de greve, mas a Força Nacional e as Forças Armadas estão nas ruas. Saí à noite com amigos na sexta e no sábado e o que vi foi um clima de tranquilidade. Há muitas viaturas nas ruas com os homens do exército. O helicóptero do GTA não pára de rodar um minuto e o Choque está de prontidão.
      A bem da verdade, com esse pessoal nas ruas, a gente tem sentido a presença física da segurança pública de modo muito mais efetivo.

      • Não dá é para comparar o efetivo da PM com o da Força Nacional. Claro que nos bons locais que frequentamos, onde estão os formadores de opiniões, vai ter segurança reforçada. Já na periferia…

        • Infelizmente, o problema da falta de segurança na periferia independe da presença, ou não, dos policiais militares nas ruas

  2. Todo apoio e solidadriedade aos policiais em grve no maranhao, o PSOL sempre estará do lado dos trabalhadores e estar de parabéns apoiando toda a tropa em greve. O PSOL como sendo uma alternativa real de transformação de nossa sofrida realidade apoia e insentiva a luta da PMMA contra esse governo oligarquico do PMDB/PT. Força aos Policiais em greve e abaixo a Oligarquia Sarney bancada pelo Lula. O PSOL estar de parabens por mais uma vez nao ficar calado frente a mais um ataque do governo do MA ao policiais. Força ao PSOL e ao grande lutador Nonato Masson, advogado militante. Assim como o Dep Marcelo Freixo PSOL-RJ enfrenta as milicias no Rio a PMMA junto com PSOL estar enfrentando a monarquia Sarney apoiada pelo PT no Maranhão. Que o Povo maranhense apoie essa luta e diga sim a luta dos camarada trabalhadores da segurança e rechassem a midia comprada pelo Sarney e lula que manipulam as informaçãoes, como esse blog , e todo o sistema mirante de comnunicação que estão a serviço do clã sarney e bancado pelo PT. Força ao PSOL, Nonato Masson como presidente do PSOL MA cumpriu seu pael de dirigente apoiando a luta da PMMA. viva a luta viva o PSOL 50.

    Todo apoio à greve dos policiais militares e bombeiros do MA!

    Nesta quinta-feira feira, 24 de novembro, teve início a greve estadual da PM e bombeiros militares no Maranhão. Esta iniciou muito forte e radicalizada por ter em seus métodos a ocupação e ação direta contra o governo que longe de atender às reivindicações da categoria criminaliza o movimento em suas declarações aprovando em tempo recorde a ilegalidade da greve, ameaçando de desconto de ponto e multa diária.

    Os policiais militares e bombeiros ocuparam a Assembléia legislativa do estado e dizem que só saem quando conseguirem audiência com o presidente da casa, tentando um canal alternativo já que as negociações com o governo Roseana (PMDB/PT) não avançaram, dando o exemplo de como se luta por melhorias salariais e melhores condições de trabalho. Os policiais militares que arriscam suas vidas no dia-a-dia de nosso estado estão com salários arrochados e trabalham em péssimas condições com coletes vencidos, poucas viaturas e efetivo insuficiente.

    Como esta categoria é proibida por lei de fazer greve, toda solidariedade é necessário para a vitória de sua luta. O governo Roseana tem uma política de sucateamento dos serviços públicos como saúde, educação e segurança pública e isso faz da greve dos PM’s e bombeiros uma luta também de toda a sociedade maranhense.

    O PSOL é solidários a esta luta e estar ao lado desta heróica categoria que arrisca sua vida em condições precárias todos os dias. Fazemos aqui um chamado a todos os sindicatos de trabalhadores do estado a se solidarizarem com os policiais militares e bombeiros para que se dê um exemplo de combatividade e unidade. O exemplo a ser seguido é dos bombeiros do RJ que comoveram o país e arrancaram conquistas econômicas importantes.

    O melhor governo da vida de Roseana Sarney segue sendo o melhor para as elites maranhenses. Os contratos milionários denunciados na revista Veja para realizar as obras de hospitais são exemplo das relações do governo com os seus financiadores nas épocas de campanha eleitoral e segue a mesma dinâmica de governos anteriores. Para a população trabalhadora sobra os altos índices de violência urbana, provocada pela ausência de políticas sociais e uma decente carreira para nossos profissionais da segurança.

    Mais uma vez está comprovado que a única saída para resolver nossos problemas passa pela mobilização direta dos trabalhadores.

    Todo apoio à greve dos PM’s e Bombeiros!!
    Por reajuste salarial e condições de trabalho dignas!
    Pela imediata revogação da liminar que criminaliza a greve legitima dos PM e bombeiros!

    PSOL MA

  3. Todo apoio e solidadriedade aos policiais em grve no maranhao, o Prisco é um grande lutador e estar de parabéns ele e toda a tropa em greve. O PSOL como sendo uma alternativa real de transformação de nossa sofrida realidade apoia e insentiva a luta da PMMA contra esse governo oligarquico do PMDB/PT. Força aos Policiais em greve e abaixo a Oligarquia Sarney bancada pelo Lula. O PSOL estar de parabens por mais uma vez nao ficar calado frente a mais um ataque do governo do MA ao policiais. Força ao PSOL e ao grande lutador Nonato Masson, advogado militante. Assim como o Dep Marcelo Freixo PSOL-RJ enfrenta as milicias no Rio a PMMA junto com PSOL estar enfrentando a monarquia Sarney apoiada pelo PT no Maranhão. Que o Povo maranhense apoie essa luta e diga sim a luta dos camarada trabalhadores da segurança e rechassem a midia comprada pelo Sarney e lula que manipulam as informaçãoes, como esse blog , e todo o sistema mirante de comnunicação que estão a serviço do clã sarney e bancado pelo PT. Força ao PSOL, Nonato Masson como presidente do PSOL MA cumpriu seu pael de dirigente apoiando a luta da PMMA. viva a luta viva o PSOL 50.

    Todo apoio à greve dos policiais militares e bombeiros do MA!

    Nesta quinta-feira feira, 24 de novembro, teve início a greve estadual da PM e bombeiros militares no Maranhão. Esta iniciou muito forte e radicalizada por ter em seus métodos a ocupação e ação direta contra o governo que longe de atender às reivindicações da categoria criminaliza o movimento em suas declarações aprovando em tempo recorde a ilegalidade da greve, ameaçando de desconto de ponto e multa diária.

    Os policiais militares e bombeiros ocuparam a Assembléia legislativa do estado e dizem que só saem quando conseguirem audiência com o presidente da casa, tentando um canal alternativo já que as negociações com o governo Roseana (PMDB/PT) não avançaram, dando o exemplo de como se luta por melhorias salariais e melhores condições de trabalho. Os policiais militares que arriscam suas vidas no dia-a-dia de nosso estado estão com salários arrochados e trabalham em péssimas condições com coletes vencidos, poucas viaturas e efetivo insuficiente.

    Como esta categoria é proibida por lei de fazer greve, toda solidariedade é necessário para a vitória de sua luta. O governo Roseana tem uma política de sucateamento dos serviços públicos como saúde, educação e segurança pública e isso faz da greve dos PM’s e bombeiros uma luta também de toda a sociedade maranhense.

    O PSOL é solidários a esta luta e estar ao lado desta heróica categoria que arrisca sua vida em condições precárias todos os dias. Fazemos aqui um chamado a todos os sindicatos de trabalhadores do estado a se solidarizarem com os policiais militares e bombeiros para que se dê um exemplo de combatividade e unidade. O exemplo a ser seguido é dos bombeiros do RJ que comoveram o país e arrancaram conquistas econômicas importantes.

    O melhor governo da vida de Roseana Sarney segue sendo o melhor para as elites maranhenses. Os contratos milionários denunciados na revista Veja para realizar as obras de hospitais são exemplo das relações do governo com os seus financiadores nas épocas de campanha eleitoral e segue a mesma dinâmica de governos anteriores. Para a população trabalhadora sobra os altos índices de violência urbana, provocada pela ausência de políticas sociais e uma decente carreira para nossos profissionais da segurança.

    Mais uma vez está comprovado que a única saída para resolver nossos problemas passa pela mobilização direta dos trabalhadores.

    Todo apoio à greve dos PM’s e Bombeiros!!
    Por reajuste salarial e condições de trabalho dignas!
    Pela imediata revogação da liminar que criminaliza a greve legitima dos PM e bombeiros!

    O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) vem a público externar seu apoio às já antigas reivindicações dos movimentos dos bombeiros e policiais militares maranhenses, retomados no último dia 23 de novembro.
    O PSOL denuncia o governo Roseana Sarney pela sua truculência e incapacidade de negociar com esses importantes segmentos do aparelho do Estado. Entende que, ao recorrer à Força Nacional, a governadora Roseana Sarney objetiva intimidar o movimento dos militares e criar um clima de insegurança e pânico na população.
    Adverte o Governo Federal do risco da Força Nacional ser utilizada não para assegurar a ordem pública, mas tão somente para calar as legítimas reivindicações de nossos bombeiros e policias militares. Estamos convictos que essas atitudes do Governo do Estado do Maranhão terão o mesmo destino daquelas do governador carioca Sérgio Cabral: o repúdio da Nação e até mesmo do Congresso Nacional. Os maranhenses estão fartos de propaganda e repressão: Querem um governo de verdade!
    PSOL-MA

  4. Então o certo é dizer que tá tudo bem, que tá tudo legal? Quer prova maior de que ta tudo legal do que o Governo do Estado do Maranhão colocar um Coronel do EXÉRCITO para se reunir e negociar com os grevistas o fim do movimento??????? O Estado do Maranhão tá sem autoridade para comandar. Isso por que não tem Secretário capacitado e nem Governadora presente. Eu assisti entrevista do Aluísio dizendo que os índices de violência estavam menores. Claro! não tem quem registre as ocorrências. A Força Nacional tá ai pra inglês ver. Só estão desfilando no circuito turístico da Cidade. Na periferia o negócio pega!
    Ontem vi militares atendendo um sinistro (um carro que bateu no retorno do quatro rodas) Você acredita mesmo que eles tenham treinamento para situações como essa?
    Não seja debochado você com a situação delicada pela qual estamos passando. Isso não é confortável para ninguém. E já que a Governadora Alice Sarney (a que vive no mundo das maravilhas) não “pede pra sair”, Impeachemant nela! Até porque motivos não faltam. Chega de desmandos

    • Amigo, sexta e sábado saí à noite com amigos e não vi caos algum. Ontem no Jaracaty, por exemplo, onde sempre há assaltos justamente pq a PM nunca está lá, havia uma viatura com quatro homens do exército a postos. E tudo tranquilo… Essa é a realidade. Agora, tem muita gente que está ficando dentro de casa, simplesmente lendo o que “terroristas” de oposição ficam escrevendo em Facebooks e Twiters da vida. Não vão às ruas para testemunhar que a segurança pública está garantida.

  5. Nunca antes na história deste estado a Polícia Militar parou. Nunca antes na história deste estado o Exército teve que ir as ruas para substituir a força de segurança estadual. Preciso dizer mais alguma coisa. O Maranhão tá sem comando. Nem os militares uma das instituições que prezam pela disciplina respeita mais o governo. Isso é falta de autoridade. #PERDEU ROSEANA#

  6. É certo que policiais deveriam ser melhor remunerados… se fossem mais preparados, se fosse exigido grau de conhecimento maior para a função, se fossem menos corruptos. Sou servidor público federal, trabalho todos os dias com atendimento ao público num ritmo pesado, sem descanso, e atualmente ganho mais ou menos o mesmo que um soldado da PM. Eles querem um reajuste de 30%… é brincadeira!!! O problema é sistemático, vem desde de a formação dos nossos policiais, das exigências para o ingresso na categoria, OK!? Mas esses policiais, que estão acampados na casa do Poder Legislativo Estadual, fazendo baderna de bermuda e chinelo, que têm a 7ª melhor remuneração do Brasil, que ganham mais que os PM’s do Rio de Janeiro… me desculpem… mas esses policiais não merecem o aumento que pleiteiam. Vejamos a questão livres de paixões políticas. Nunca votei em Roseana Sarney e jamais votarei, mas, nesse caso, ela está com toda a razão. E como tu disseste, Gil, estou me sentindo muito mais seguro com o exército, a força nacional e a tropa de choque nas ruas. Não passo um quilômetro sem ver uma guarnição. Vamos ver no que vai dar, mas acho que os PM’s em greve vão pagar caro por manchar a imagem de sua corporação, e mais, por desrespeitar a Constituição Federal, que não lhes dá a possibilidade de entrar em greve, mas, tão-somente, de ficar enquartelados.

  7. Amigo Gilberto, a sensação de insegurança vem desde quando os policiais militares ainda estavam em seus postos. Agora que, literalmente, não existe mais policia neste estado falido, obviamente a sensação de insegurança continua na população. O governo precisa parar com a intransigência. E se eu tivesse no lugar destes militares, sobretudo, corajosos obviamente não ia confiar num governo que já mentiu uma vez. Abraços

  8. “Seu”, Gilberto, não seja leviano, este mar de tranquilidade que vc falar, só si for na sua mente adormecida pelo “money’ de Rosengana, fale a verdade!, queria vê-lo encarar seus filhos quando eles lhes fizessem uma pergunta sobre Rosengana a mentirosa. Só um pouquito de homens da Força Nacional e outros tanto do EB, São Luiz e Estado todos, estão nesta rosas de tranquilidade?. Isto porquê o Povo do Maranhão é ordeiro e pacato, isto então contribuem também. Rosengana já mente demais e enrrola também, e agora você, vou te recomendar; tome um chá de simancol!!!.
    Você encontra este chá, em todas as farmácia do governo ou na secretaria do Ricardo Murad!!!.

  9. Caro leda, existe um policial à disposicao do dep. Alexandre Almeida na Assembleia, ele era lotado no 6 bpm na cidade operaria, ele se chama Anderson.

  10. Bacha a bola Gilberto. Tu tá parecendo que depende de política pra viver.
    Cadê sua imparcialidade “Jornalista”.

Os comentários estão fechados.