Stênio depõe e nega propinoduto

O deputado estadual Stênio Rezende (PMDB) prestou depoimento à Corregedoria da Assembléia Legislativa, nesta quinta-feira (15), sobre as acusações de que teria sido ele o intermediário de um acordo que garantiu pagamento, por parte de empreiteiros, de R$ 1,5 milhão a serem rateados entre trinta parlamentares.

Foi a primeira vez que o líder do Bloco Parlamentar Pelo Maranhão (BPM) pronunciou-se oficialmente sobre o assunto, que centralizou as atenções de deputados e imprensa nas últimas duas semanas.

O blog apurou que Stênio Rezende respondeu todas as perguntas formuladas pelo corregedor, deputado Jota Pinto (PR), e pela sub-corregedora, deputada Cleide Coutinho (PSB). E negou todas as acusações.

Segundo o peemedebista, nunca houve conversas sobre o assunto com empreiteiros, muito menos pagamento de R$ 1,5 milhão.

O depoimento foi tomado no gabinete da 2º Secretaria da Mesa, após uma longa reunião na Presidência da Casa.

O blog também entrou em contato com Jota Pinto, que preferiu não se pronunciar sobre os depoimentos.

Ele adiantou, contudo, que mais deputados serão convocados a depor. “Amanhã [sexta-feira, 16] vamos sentar e preparar uma lista com mais deputados a serem ouvidos a partir da próxima segunda”, disse.


3 pensou em “Stênio depõe e nega propinoduto

  1. A cara deste saláfra, nem treme!, vai morrer negando, é assim que esses corruptos agem, negam, negam, até sobre o cadáver dos pais, sãos uns bichos sem pudor, para se safar desta encrencada faz qualquer negócio, os mais imagináveis.
    Difícil acreditar que estas história foi criada somente para prejudicar-lo?, um complô para derruba-lo?, um deputado apagado deste, despreparado, vai dizer então, que foi sua ex-amante que inventou esta história, (com a conivência da esposa), para prejudicar-lo!, para corrupto nem o diabo pode!.

  2. Mandaram voces calarem, e também não alimentar comentários sobre o assunto, né isso?, também tem um Sarney envolvido?

    • Nada disso, amigo Macabeu. Por sinal, este é um dos únicos blogs que ainda continuam tocando no assunto.

Os comentários estão fechados.