O fator PSD

Milhomem defende candidato próprio

Há duas semanas, em conversa com o titular do blog, o presidente do Diretório Municpial do PSD, deputado estadual Raimundo Cutrim, afirmou que o partido não tinha projeto de lançar candidato a prefeito em São Luís e que, qualquer que fosse o candidato do governo, os pessedistas marchariam juntos com o grupo.

Quanta coisa mudou em 14 dias!

Em discurso na sessão da última segunda-feira (27), na Assembléia Legislativa, o deputado estadual Tatá Milhomem (PSD) revelou que o partido pode, sim, lançar candidato na capital e que o partido quer negociar de igual para igual com as outras siglas.

Motivo: o tempo de TV da legenda é um dos maiores.

“Até o dia 15 de março, o Tribunal Superior Eleitoral divulgará o tempo que o PSD irá dispor no horário eleitoral gratuito. E posso garantir que será maior do que muitos partidos, inclusive do que o do PSDB. O PSD é um partido jovem, mas que nasceu grande e forte no Maranhão”, afirmou Milhomem.

Cutrim: tempo maior do que o do PSDB

O próprio Cutrim também fez questão de ressaltar o tempo de TV do PSD. E voltou atrás sobre a uma candidatura pessedista. Ele já admite a possibilidade.

“Semana que vem nós estaremos fazendo aqui a Convenção do PSD. Nós temos um horário grande de televisão, eu acredito que maior do que o do PSDB, um horário grande, e estamos aí trabalhando no interior para que tenhamos o máximo de representantes tanto a vereadores como a prefeito do interior do Estado e, em São Luís, também estamos trabalhando para que possa haver um nome do partido já saindo na cabeça de chapa, também como prefeito”, disse.

Observadores políticos ouvidos pelo blog apostam que a “briga” por uma composição com o PSD vai ser grande. E que até o PSDB de João Castelo já procura uma aproximação.


2 pensou em “O fator PSD

  1. Grande Gilberto, como fica o cas do Dep. Tatá Milhomem pois o mesmo é suplente que só seria efetivado cas o Dep. Hemetério fosse caçado, coisa que duvido muito que aconteça pois o que ele anda falando aqui na região é que enquanto ele tiver dinheiro ele elege e se reelege quantas vezes ele quiser.

Os comentários estão fechados.