Bira pode ser vetado como delegado

Se seguir à risca o regimento do PT, o grupo ligado ao vice-governador Washington Oliviera, pré-candidato a prefeito de São Luís, pode impugnar a participação do deputado estadual Bira do Pindaré, também pré-candidato, como delegado nas prévias internar da sigla.

Explica-se: segundo a regra do Partido dos Trabalhadores, no ato da inscrição das chapas, cada ala deve apresentar, também, a lista de delegados.

Essa segunda lista deve conter, por ordem de prioridade, o nome dos filiados que podem ser escolhidos como delegados por cada corrente.

Como numa eleição em lista fechada, quanto mais votos tem um grupo, mais daqueles indicados na lista podem ser incluídos.

Mas, repito, a ordem dos nomes nesse documento é por prioridade. Sendo assim, o primeiro nome da lista seria o único delegado se o grupo dele só obtiver votação para  indicar um.

Agora o problema de Bira do Pindaré: a lista dele foi entregue em ordem alfabética.

Para quem não sabe, “Bira” é apenas nome de campanha de Ubirajara do Pindaré Almeida Sousa. Com um nome que começa com a letra “U”, já dá pra imaginar em que posição o deputado está nessa lista, né?

Outro lado

Em contato com o blog, a assessoria do deputado garante que uma resolução interna modificou essa regra e que não há mais exigência de produção de “listas pré-ordenadas”, como o PT as identifica.

Sendo assim, alega o deputado, via assessoria, mesmo estando com o nome da “rabeira” do documento, Bira pode ser delegado.


7 pensou em “Bira pode ser vetado como delegado

  1. Bom dia Gilberto

    Só para esclacer o pessoal

    Em dezembro a executiva nacional do PT baixou resolução dizendo que o pré-ordenamento e quotas de juventude e racial não se aplicariam nas eleições de delegados em 2012. Consideram que estamos em fase de transição para implementação dessas novas regras.

    Se tiver qualquer dúvida sobre o processo de prévias do PT pode entrar em contato.

    abraço.

      • Esclarecendo – A mesma resolução do nacional que decidiu pela não aplicação do pré-ordenamento de nomes nas chapas, também decidiu pela não aplicação das quotas raciais e pela não aplicacação da quota de 30% para juventude (no PT – 16 até 29 anos)

        Qualquer outra dúvida é só falar.

        Abraço

  2. Segundo o deputado Bira, a informação do jornalista é “uma barrigada”, na expressão que usou em entrevista hoje pela manha, numa emissora de rádio “da capital”, naquele programa cujo horário teria sido “alugado” por 45 mil mensais.para desancar o prefeito de São Luis.
    Aliás, naquela emissora todos os radialistas ainda se julgam “formadores de opinião” nestes tempos de internet banda larga

    • Barrigada é informação falsa… o post foi feito com base no regimento do PT, que é fidedigno… o fato de Bira ter respondido, não significa que ele esteja certo… se o caso fosse realmente levado a termo – mas não vai – seria uma questão de confronto de interpretações…

Os comentários estão fechados.