Estado pedirá empréstimo de R$ 2,3 bi ao BNDES

Em primeira mão, às 18h39

O Governo do Estado do Maranhão deve investir aproximadamente R$ 2,3 bilhões, nos próximos anos, em um amplo programa que envolve ações de combate à pobreza, segurança, infraestrutura, saúde, saneamento básico e gestão pública. A governadora Roseana Sarney (PMDB) trabalhou pessoalmente na elaboração do projeto que será apresentado amanhã (21)  a representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), em reunião no Palácio dos Leões.

Depois que retornou das atividades do governo itinerante no interior do estado, a peemedebista já reuniu com os secretários Max Barros (Infraestrutura), Chico Gomes (Desenvolvimento Social), Conceição Andrade, (Desenvolvimento Agrário), Maurício Macedo (Indústria e Comércio) e com o secretário-chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva, escalado por ela para coordenar a elaboração de estudos que viabilizem a iniciativa.

Desde as primeiras horas desta terça-feira (20), Roseana Sarney já manteve reuniões reservadas com todos esses auxiliares ajustando detalhes do documento oficial que será entregue ao banco, com o objetivo de conseguir financiamento para as ações.

“O que faremos é a apresentação de um programa contemplando as áreas combate à pobreza, segurança, saúde e saneamento básico, infraestrutura e gestão pública, totalizando R$ 2,3 bilhões. O banco é que vai nos informar quais dos projetos poderão ser apoiados com empréstimos”, explicou ao blog o secretário Luís Fernando.

Segundo ele, é a partir da apreciação dos projetos pelo BNDES e da resposta do banco que o Governo do Estado iniciará a negociação de empréstimos.

Capacidade

Atualmente, Estado do Maranhão tem capacidade de endividamento estimada exatamente em R$ 2,3 bilhões. Fonte do blog na SEPLAN informa que a idéia é “pedir tudo” ao BNDES e aguardar a resposta da instituição sobre quanto efetivamente pode ser emprestado. Nosso interlocutor ressalta que o banco é apenas UMA das instituições que podem investir no estado.

“Vamos apresentar projetos que passam muito disso [da capacidade de endividamento]. Então, o BNDES, UMA das instituições que poderá financiar o Estado, vai dizer que projetos se encaixam nas suas linhas de financiamento”, completou nossa fonte.


4 pensou em “Estado pedirá empréstimo de R$ 2,3 bi ao BNDES

  1. Se for aprovado, vai ser mais um desperdício de dinheiro público, como das vezes anteriores, dinheiro jogado no lixo da corrupção, com aditivos e mais aditivos em cima de licitação fraudulenta, caixa 2, desvios descarado, empresário enricando da noite para o dia, e nada é feito em benefício do Povo.

Os comentários estão fechados.