Estudantes vão à Justiça para garantir meia-passagem em SLZ

Entidades estudantis darão entrada, nesta quinta-feira (19), em um mandado de segurança na Justiça para garantir o cumprimento da lei da meia-passagem no transporte público da Capital.

A ação movida pelas duas instituições foi motivada pela falha no sistema de recarga dos cartões de transportes, que está fora do ar desde a última sexta-feira (13).

Em alguns postos, o sistema está fora do ar desde quinta- feira, dia 12. A situação tem causado transtornos aos usuários de transporte coletivo, que precisam comprar crédito de passagem, principalmente estudantes.

Nos terminais de integração da Praia Grande, Cohama/Vinhais, Cohab/Cohatrac e no posto de venda no Centro, foi colocado apenas um cartaz informando que o sistema está fora do ar e sem previsão de retorno, sem nenhuma explicação sobre a causa do problema ou quando o serviço será retomado.

Em nota encaminhada ao blog ainda na tarde de ontem (18), O Sindicato das Empresas de Transporte de São Luis (SET) lamentava que o Sistema de Bilhetagem Eletrônica (SBA) ainda estivesse fora do ar, e explicava que o mesmo não é de sua responsabilidade e gestão, sendo controlado pela DATAPROM, empresa contratada pela Prefeitura de São Luis para tal.

 “O SET espera que a Prefeitura e a DATAPROM resolvam o mais rápido possível esta situação que atinge a toda comunidade, inclusive o SET, que tem tido prejuízos na venda de Vale-Transporte e Meia-Passagem eletrônicos, sem nada poder fazer para resolver a situação”, diz a nota.


2 pensou em “Estudantes vão à Justiça para garantir meia-passagem em SLZ

  1. Nunca vir tanto cinismo neste SET, da para notar que este SET, está morrendo de pena dos estudantes e trabalhadores, se fosse assim deveria ter liberado para que todos os estudante fardado ou com carteira estudantil pagassem a meia passagem com dinheiro. Mais nada fez, está ai de camarote vendo o circo pegar fogo, e não levanta uma palha para amenizar este sofrimento dos estudantes. Que a Justiça seja o bastante rigorosa com este empresários e Prefeitura se forem os verdadeiro culpado por este transtorno,. Ninguém merece!.

  2. mande o modelo deste mandado de segurança porque aqui em minha cidade o povo não respeita a meia entrada do estudante.

    grato edimilson

Os comentários estão fechados.