Após criticar aumento de ICMS no MA, NET é investigada pelo governo

icmsA operadora NET foi notificada hoje (19) pelo Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Maranhão (Procon/MA) após aumentar o valor da mensalidade dos planos de internet oferecidos no Maranhão.

Em nota oficial, o órgão do Governo do Estado informa que instaurou uma investigação contra a empresa “por suspeitas de reajuste indevido nos preços cobrados pelo serviço”, após denúncias de consumidores.

“A investigação parte do princípio de que os valores cobrados pela NET para o fornecimento do serviço de internet sofreriam reajuste em razão do aumento da alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Diante disso, o Procon-MA solicita da empresa planilhas demonstrativas sobre o impacto que o imposto pode gerar”, diz o texto.

Coincidência, ou não, a “investigação” foi aberta depois de a NET reclamar do aumento das alíquotas de ICMS no Maranhão em carta direcionada a seus clientes.

No comunicado, o diretor-executivo de Estratégia e Gestão da empresa explica que o aumento da mensalidade ocorreu exclusivamente à correção das alíquotas de ICMS (reveja).

“Além de onerar ainda mais os serviços essenciais ao desenvolvimento do nosso país, a medida nos distancia do imenso desafio social de conectar todos os brasileiros”, alega.

Vejamos o resultado da tal “investigação”…


7 pensou em “Após criticar aumento de ICMS no MA, NET é investigada pelo governo

  1. Caro blogueiro achacador, responda quanto a Net está te pagando para defender os interesses dessa empresa que , além de prestar um péssimo serviço, ainda que deixar de pagar seus impostos , acreditando que o governo é complacente com criminosos ,, fraudadores do dinheiro público, como no governo passado

  2. Esse Alex Silva é um palhaço ou não sabe ler. Já procurou ver na fatura o quanto já pagamos de ICMS antes desse novo aumento da alíquota? Depois que você se informar direito retorne para postar se mantém ou não sua opinião. Telecomunicações (internet, telefonia, dados) deveria ser tratada como um serviço essencial e ter um ICMS de no máximo 15%. Se os gestores públicos ficarem pensando que ainda estamos no período do telégrafo o Maranhão sempre irá ficar nas últimas posições de todo ranking social. É lógico que não é culpa do Governador (pelo menos não exclusiva), mas sim de algum assessor maluco que não tendo o que apresentar como solução para os desafios existentes inventa tolices.

  3. É fato que a NET revolucionou o mercado principalmente dos serviços de internet, pois éramos escravos da TVN e VELOX e algumas outras empresas e é sabido por todos que além dos exorbitantes valores cobrados nunca entregavam a franquia contratada.

  4. Para quem pagava pelo pacote pífio de 10Mb de internet com Tv contendo alguns poucos canais HD a quantia de R$162,00, que agora saltou para algo em torno de R$200,00 eu tenho certeza que é aumento exorbitante, onde o órgão oficial de defesa do consumidor deve realizar os procedimentos de investigação e aplicação da lei pertinente!

  5. Eu cheguei aqui procurando se a NET pode realmente fazer isso. Entendo que um caso desses é risco da empresa. Eu me tornei cliente há um mês e acabei de receber a primeira fatura e uma carta de reajuste sendo que um dos termos do contrato é que o reajuste seria anual.

    Alguém sabe responder se isso é legal?

Os comentários estão fechados.