Juiz que anulou posse de Lula é acusado de fazer campanha anti-PT

JUIZ JUIZ2 JUIZ3

O juiz federal Itagiba Catta Preta Neto, da 4ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal, que anulou hoje (17) a posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como novo ministro-chefe da Casa Civil do governo Dilma Rousseff (PT), passou a ser acusado nas redes de ter feito campanha anti-PT nos últimos meses.

Desde que deu a decisão liminar, o magistrado teve uma suposta página sua no Facebook devassada por aliados dos petistas.

De lá, saíram fotos do juiz em atos do movimento “Vem Pra Rua”, sugerindo a queda da presidente Dilma para o dólar baixar e, ainda, ridicularizando uma notícia sobre a possibilidade de Lula virar ministro.

A página de onde saíram as imagens já foi retirada do ar. Em contrapartida, outras quatro com referências ao juiz foram criadas.


2 pensou em “Juiz que anulou posse de Lula é acusado de fazer campanha anti-PT

  1. Pingback: Juiz que anulou posse de Lula nega conflito de interesses | Gilberto Léda

  2. Essa é mais uma caricatura de magistrado, que se esconde atrás da toga, e serve de braço politico de nossa elite raivosa e boçal, Moro está fazendo escola.

Os comentários estão fechados.