Juiz do MA renuncia a penduricalhos do seu contracheque

O juiz auxiliar de entrância final Roberto de Oliveira Paula formalizou, nesta quarta-feira (8), um pedido ao presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Cleones Cunha, para que sejam excluídos do seu contracheque todos os penduricalhos que, somados aos subsídios, elevam os salários de juízes do estado a patamares acima do teto constitucional – que é o salário de ministros do STF.

Na comunicação, o magistrado desiste do auxílio-moradia e do auxílio-alimentação e renuncia ao auxílio-livro e ao auxílio-saúde.

“Os auxílios moradia, saúde, alimentação e livro, que os magistrado do Maranhão percebem, estão […] vedados expressamente pela CF”, argumenta o juiz.

Segundo ele, o fato de o subsídio dos magistrados “não ter sido reajustado ou revisado anualmente […] não justifica legal e eticamente a compensação” com a concessão dos penduricalhos.

“Sem solução do impasse e incomodado com as justas críticas da população quanto a esses ‘penduricalhos’, é que se justifica o presente pedido”, destaca.


39 pensou em “Juiz do MA renuncia a penduricalhos do seu contracheque

  1. UM BOM EXEMPLO A SER SEGUIDO.
    UM EXEMPLO NOBRE
    UM HOMEM QUE DECERTO POSSUI VALORES HUMANOS ELEVADOS.
    ESSE É UM CAMINHO.

  2. Esse é o Roberto Oliveira que eu conheço, coerente, honeste foi militante na política junto com Juarez Medeiros,antes de exercer a magistratura, mas continua com a linda continua com os seus princípios da ética emoção, barabens maretissimo Juiz.

  3. SERÁ ESSE MAGISTRADO UM LOUCO?
    SERÁ ESSE MAGISTRADO UMA PESSOA SEM NOÇÃO?
    SERÁ ESSE MAGISTRADO UM DESAPEGADO AO DINHEIRO?
    SERÁ ……?
    NA VERDADE O BEM CONHECIDO DR. DE PAULA É UM MAGISTRADO SÉRIO, DIFERENTEMENTE DAQUELES QUE NÃO QUEREM E NÃO VÃO ABRIR MÃO DO PENDURICALHO, POIS IRÃO PRECISAR DESSA AJUDINHA PARA QUITAR O APARTAMENTO NA PENÍSULA, OS CARROS IMPORTADOS NO VALOR CADA DE, APROXIMADAMENTE, R$ 420.000,00 CADA, AS VIAGENS,……..
    INFELIZMENTE SER SÉRIO E HONESTO, IGUAL DR. DE PAULA, ASSUSTA NOS DIAS ATUAIS.

  4. depois de quantos anos esse juíz pedi exclusão desses auxílios? Deveria devolver o que já recebeu.Mas já eh algo elogiável, luz no fim do túnel,

    • Auxílios saúde e alimentação foram elevados a patamares absurdos! Moradia, por ex, passa dos 4.500 reais, enquanto que saúde pode chegar a 3.400. E isso tudo muito recente. Quando era um valor “irrisório”, acho que ele até aceitava, mas ao chegar a essa sem vergonhice, aí ele pensou: agora é demais. chega! Nunca é tarde pra se reconhecer erros ou absurdos. Dr. Roberto de Paula merece o nosso respeito.

    • Não mesmo. Quem o conhece sabe que não. E ele não precisa disso. É irmão de um dos maiores gênios da televisão brasileira (Chico Anísio) e nunca usou isso pra aparecer ou algo do tipo. Só é um homem justo, honesto e trabalhador. Como deveriam ser todos os homens públicos.

    • Vamos multiplicar essas postagens pra ver se mais aderem. Talvez estejam precisando de um dar o ponta pé inicial. Elda top

  5. Parabéns pela iniciativa do nobre Juiz. Se todos os demais juízes e desembargadores, principalmente esses do Maranhão e de outros estados seguissem esse exemplo…., mas é complicado.

  6. Muito boa a atitude desse juiz. Mas já que vossa excelência acha irregular , seria bom que devolvesse o que já recebeu.

  7. Este CIDADÃO é verdadeiramente um SERVIDOR público e transmite a todos os seus colegas funcionários públicos, não somente aos MAGISTRADOS, um exemplo bastante POSITIVO.
    Parabéns!!!

  8. Ainda existe esperança para o Brasil. Mesmo que seja um exemplo isolado a postura do magistrado demonstra que um dia podemos mudar esse país. Além de coerente foi muito corajosa a decisão do magistrado que com certeza haverá de sofre retaliações por ter escancardo tantos privilegios da magistratura.

  9. Quem conhece Roberto de Paula sabe das inúmeras atitudes que comprovam ser ele um homem justo, sensível à dura realidade enfrentada diariamente por milhares de brasileiros que não têm assegurados seus direitos básicos, como alimentação, saúde e educação. E de coragem também, pois com certeza não terá o apoio da maioria dos magistrados nessa decisão de abrir mão dessas regalias injustificadas. Por todos os motivos, merece aplausos!

  10. muito a atitude de vossa excelência demonstra sapiencia e espírito publico porém parcelas recebidas de modo indevido devem ser ressarcidas ao erário pergunto-lhe o senhor vai devolver aos cofres publicos as parcelas que recebeu de forma inconstitucional

  11. Grande homem! Corajoso também, pq sofrerá retaliações dos colegas togados. O que este homem fez merece o respeito de toda Sociedade e deveria ser divulgado nacionalmente. Eqto quem ganha 32 mil se julga uma escrava, este homem renuncia aos imorais privilégios de uma categoria.

  12. hoje em dia não pode nem ser honesto, que já tem gente que critica.hoje estamos num país de inversão de valores o certo é errado e o errado que é certo

  13. É com imensa satisfação que depois de mais de 40 anos tenho a alegria e orgulho de rever um amigo de tempos de Colégio Marista e saber que realmente seguiu os ensinamentos da Ordem de Maria.
    Me sinto honrado de ter conhecido e compartilhado do mesmo colégio e das amizades da época.
    O tempo passa, nossos corpos e nossas vidas mudam, mas a personalidade e o caráter são permanentes naqueles que crêem em Deus e nas lições que aprenderam da família e da vida.
    O Brasil está carente e precisa de homens como você, ROBERTO !
    Parabéns por ser QUEM ÉS e da forma que ÉS….
    Seu amigo,
    João Baptista da Silva Marques

  14. Que homem digno! Que atitude nobre! Quando vejo essas coisas repenso minhas decisões e volto a acreditar no nosso país. Parabéns, doutor! Vossa Excelência é um brasileiro que nos orgulha nesses tempos de tanta safadeza.

  15. Vejam só!..
    Demorou tanto tempo p tomar tal atitude? 1. Devolva ao erário os valores recebidos até então
    2. Será o medo da fiscalização da Receita e multa q será aplicada p tais penduricalhos irregulares
    3. Vistas a vaga de desembargador??

  16. esse juiz sempre foi um homem q deveria servir de exemplo pra outros ele já trabalhou aki em bacabal e sempre foi uma pessoa íntegra e justa esse ai sim merece respeito e todo elogio e admiração do mundo pra ele ainda seria pouco parabéns Dr.

  17. Bela iniciativa, só falta acabar de vez com esses extras em todo o Judiciário, e devolverem o que já concedido nos ultimos anos.

  18. Não sabia da existência desse penduricalho, chamado auxílio-livro, mas se há, quem deveria ter esse direito, seriam os professores. Isso não é um contrassenso?

  19. Quem disse isso é inconstitucional? O STF nunca disse, ele que resolveu parar de receber por achar inconstitucional e imoral.

  20. Pingback: TJ defere pedido de magistrado que abriu mão de “penduricalhos”

Os comentários estão fechados.