Delegado da PF morreu tentando salvar a família

Foi um ato de heroísmo o que culminou com a morte do delegado da Polícia Federal Davi Aragão.

Ele foi assassinado a tiros e facadas, no sábado (5), durante um assalto a sua residência no Araçagi (reveja), quando tentou impedir que os bandidos, já dentro de casa, acessassem uma área em que estavam crianças da família.

Segundo o delegado Jefrey Furtado, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), citado pelo G1 Maranhão, foram três os assaltantes que invadiram a residência, por volta das 23h, a partir de uma casa vizinha que estava desocupada.

Os criminosos pularam o muro e entraram na casa do delegado, sendo dois pelo quintal e outro pela lateral. Ele perceberam que havia uma movimentação na casa quando um entregador deixou uma pizza pedida pelos convidados que comemoravam o aniversário de cinco anos da filha de Davi.

Ao entrar na residência os bandidos anunciaram o assalto e começaram a retirar objetos pessoais dos convidados da festa. Os bandidos tentaram entrar em uma parte onde algumas crianças da festa estavam e ao tentar impedir a ação, houve luta corporal entre os assaltantes e o delegado. Ele foi atingido por três disparos e algumas facadas.

Dois dos suspeitos pelo crime já foram capturados pela polícia (saiba mais).


6 thoughts on “Delegado da PF morreu tentando salvar a família

  1. Pingback: Assassinos de delegado da PF no Maranhão pegam mais de 30 anos de cadeia - Gilberto Léda

  2. Pingback: ASSASSINOS DE DELGADO DA PF NO MARANHÃO PEGAM MAIS DE 30 ANOS DE CADEIA – Blog do de Sá

  3. Pingback: Assassinos de delegado da PF no Maranhão pegam mais de 30 anos de cadeia | Blog do Samuel Bastos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *