Flávio Dino se incomoda até com latim de Sérgio Moro

O governador Flávio Dino (PCdoB) parece ter uma nova obsessão: o ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública).

No domingo (23), ele usou o Twitter para criticar até o latim do auxiliar do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

“Atuando na área jurídica por 30 anos, nunca me interessei por expressões em latim. Sempre tive como objetivo escrever e falar corretamente em português. Tem sido mais útil”, escreveu.

A declaração veio depois de Moro postar citação do filósofo romano Horácio em latim: “parturiunt montes, nascetur ridiculus mus” – “a montanha pariu um rato”, em português.

O ministro ironizava mais uma revelação do site The Intercept.


20 pensou em “Flávio Dino se incomoda até com latim de Sérgio Moro

  1. Se não acontecer nenhuma tragédia nestes 4 anos e bolsonaro não sair para reeleição, o próximo presidenciavel será Moro. Ao contrário do buchudo, este já fez muita coisa e ainda fará. Enquanto moro tem amiradores, FD tem puxadores de sacos e muitos nem tem ideia dos desmandos e desgraceiras que já fez no MA. Por isso, moro e o novo alvo de Dino e, como bolsonaro, seus ataques não resultam em nada, principalmente porque nacionalmente FD não significa nada e não tem nada para mostrar.

  2. É por essa e outras que a cada dia que passa o governador queima ainda mais o seu(já queimado) filme. Até com expressões latinas quer se meter. Caro governador, respeito a sua história como juiz federal(juiz federal que foi, que não é mais), mas não lhe dá o direito de querer ficar se intrometendo aonde não foi chamado.
    Agora, o que me deixou abismado, assustado e perplexo foi essa sua declaração de que nunca se interessou por expressões em latim, principalmente oriunda de um ex-juiz federal.
    Sou advogado militante e, para determinadas manifestações que fazemos, petições, recursos, etc o uso de verbos em latim é de muita valia e importância, sim! Data venia, Fumus boni juris, Periculum in mora, Actor probat actionem, Ex vi legis e por ai vai com inúmeras expressões em latim são de muita importância.
    Saber escrever a língua portuguesa é importante, mas no mundo jurídico o latim também é, ok?
    Parece que o nobre governador não assistiu a cadeira de latim ou de Direito Romano na faculdade. Recomendo que a “ex Vossa Excelência” faça e estude essas cadeiras, ok?

  3. No fundo, Flávio Dino tem inveja de Moro, pois este é o que ele nunca será felizmente. Nunca tamanha obsessão por uma pessoa que ignora a existência insignificante do governador.

  4. Dar-se a isso o nome de inveja. Moro é o que Flávio Dino sonha ser e nunca será: uma liderança nacional. De repente o STF ficou pequeno pro ministro.

  5. Data Vênia, qualquer operador de direito ” ab incunabulis” e ” ad argumentandum tantum” é ” conditio juris” o uso do Latim, de onde todas as outras se derivam.

    • Deixa o Aniquilossauro sem governar mesmo, pois toda vez que pensa em fazer alguma coisa, só faz aquilo que gato enterra… Olha as estradas que ele, quando resolveu governar, fez…. Flávio Dino – e lembro que ainda existem muitos PDB que o aplaudam – é pior que relógio quebrado, que, mesmo quebrado, marca duas horas certas no dia! Ele é a “vanguarda do atraso”.

  6. Dino e Moro fizeram o MESMO concurso público juntos, Dino ficou em primeiro lugar e Moro, na rabada da fila de aprovados foi chamado bem depois de Dino para assumir o cargo de Juiz Federal em 2014. Moro, logo ao se diplomar TENTOU o recém criado exame da ordem de advogados e FOI REPROVADO. Hoje, Flávio Dino comanda uma verdadeira quadrilha de delinquentes incompetentes, já Moro, comanda um bando de criminosos que resga e sapateia a Constituição Federal.
    Se Moro for demitido por Bolsonaro, ficará na rua da amargura pois não poderá exercer a profissão de Advogado já terá que se submeter a novo exame de Ordem. Será que dessa vez ele passa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *