Heineken desistiu do MA por política de impostos de Dino, diz senador

O senador Roberto Rocha (PSDB) revelou hoje (23), em duas entrevistas na rádios de São Luís – a Mirante AM e a Nova FM – que o grupo Brasil Kirin desistiu de instalar uma fábrica da Heineken no Maranhão por conta dos altos impostos cobrados pelo governo Flávio Dino (PCdoB).

Segundo o tucano, a empresa – que já possui uma fábrica em Caxias – cogitou a possibilidade de fabricar sua mais famosa cerveja em solo maranhense, mas recuou diante da política de tributos do comunista.

Rocha declarou que representantes da empresa citaram o aumento do ICMS da cerveja, de 26% para 28,5%, além do fato de que a Ambev paga apenas 12% do mesmo imposto sobre a Magnífica, cerveja produzida com mandioca maranhense.

Com isso, a Heineken consumida no Maranhão continuará sendo produzida na Bahia (saiba mais).


1 pensou em “Heineken desistiu do MA por política de impostos de Dino, diz senador

  1. Dino? O satélite do PT? [rsrs]
    E lula??, hein?
    O manezão do lula, que disse que Ciro é “MEIO CONFUSO”?
    E você, lula? VOCÊ é meio-analfa, meio-picareta, meio-charlatão, meio endemoniado, meio vigarista, meio barango, meio canalha, meio Kitsch, meio mentiroso, meio traíra, meio cafona, né? Você e a dilma.

Os comentários estão fechados.