Como será investido???

Estado Maior

O valor que o Maranhão vai receber dos recursos do leilão do pré-sal já foi definido e anunciado pelo Ministério da Economia. Será pouco mais de R$ 273 milhões. A previsão era de que este valor fosse bem maior devido à expectativa do Governo Federal na arrecadação com o megaleilão.

Se configurasse os R$ 106 bilhões que a União esperava conseguir, o Maranhão receberia mais de R$ 560 milhões. Mas como a venda não saiu dentro do esperado, o estado ficou com cerca da metade do que se previa.

A questão agora é saber como esses recursos extras serão aplicados pelo governo Flávio Dino (PCdoB).

Diferentemente de parte de governadores, o comunista não pediu antecipação para pagar o 13º dos funcionários.

Pelo que foi aprovado na Câmara dos Deputados e no Senado, os recursos do leilão do pré-sal podem ser usados para pagar dívida com a Previdência ou em investimentos.

O governo do Maranhão ainda não deixou claro como usará a verba extra. Se for para Previdência, o valor abate o déficit de 2019 do Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria (Fepa), que até agosto era de R$ 304 milhões.

Se for em investimentos, algumas áreas são mais sensíveis que outras como a Saúde, que entre os problemas está o desabastecimento até de medicamentos. Investir em Educação e Segurança também nunca é demais.

A verba será liberada no próximo dia 31 de dezembro.


2 pensou em “Como será investido???

  1. O desprestigiado e fragilizado setor da construção civil do Maranhão está aguardando pacientemente na promessa do Governo do Estado que esse dinheiro, que é pouco e não dá pra nada, seria pra saldar uma parte dos seus atrasados e pra novos investimentos em obras públicas? Alguém em sã consciência acredita nessa cantilena?

  2. Se deixar esse comunista solto com esse dinheiro ele vai investir na campanha pra prefeitos no ano de 2020. Mas Flávio Dino pode gastar o quanto quiser mas o nosso prefeito da ilha rebelde será Braide. muda minha ilha rebelde. Nossa bandeira não é vermelha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *