Laudo do Icrim inocenta Ayrton Pestana, que será posto em liberdade

O jovem Ayrton Pestana, preso desde terça (16) acusado de assassinar o publicitário Diogo Campos (saiba mais), será posto em liberdade ainda nesta quinta-feira (18).

Um laudo do Instituto de Criminalística (Icrim) confirmou que o carro do pai dele, um Argo vermelho, não foi o mesmo utilizado no crime. A informação é do delegado George Marques, em entrevista à Rádio Mirante AM (veja aqui).

Como o Blog do Gilberto Léda revelou mais cedo, o carro do suspeito não saiu da Avenida Venceslau Brás durante toda a manhã do crime. No local, funciona uma oficina, onde Ayrton passou a manhã trabalhando com o pai, Vanderley Pestana.

A polícia, agora, trabalha com a hipótese que já vinha sendo sustentada pela família de Ayrton desde o dia do crime: a clonagem da placa do veículo.

Na manhã de ontem (17), no Programa Acorda Maranhão, da Mirante AM, o jornalista Marcial Lima relembrou que, na edição de terça-feira (16), antes do crime, chegou a noticiar um caso de roubo de um Fiat Argo vermelho.

“Ontem, no nosso programa aqui, nós recebemos uma mensagem de uma pessoa, nós até botamos no ar, dizendo que tinham roubado um veículo Argo vermelho, ali na descida do Barramar, alido Barramar/Litorânea. PTQ-4170, viu? Foi a placa que passaram aqui”, relatou.

Segundo o delegado George Marques, o dono desse veículo, motorista de aplicativo, já foi ouvido, e confirmou que foi vítima de assalto no fim de semana.


18 pensou em “Laudo do Icrim inocenta Ayrton Pestana, que será posto em liberdade

  1. Pingback: Laudo do Icrim inocenta Ayrton Pestana acusado de matar Diogo Sarney, que será posto em liberdade | Diego Emir

  2. Marcaram para sempre a vida do rapaz. Todos os indícios sempre foram da inocência. O único que apontava ele como culpado era a placa do veículo. Rapaz tem residência e emprego fixos, nunca respondeu a processo e não foi encontrado com nenhum instrumento de crime, porque não aguardar? Qual a razão da pressa para prender? Quem irá arcar com a pecha e o abalo desse jovem e de toda a família? LAMENTÁVEL!

  3. E agora? Expuseram a foto do cara vestido com a fardinha de pedrinhas, divulgaram quase tudo dele e agora viram a m* feita.. a lei do abuso só serve para marginal.

    • A polícia civil do Maranhão se mostrou extremamente despreparada, conduziram as investigações sem nenhuma cautela, e o pior por meio de uma superintendência especializada com equipe “preparada” não perceberam desde o início com as imagens que foram disponibilizadas para todos, o veículo do acusado não era o mesmo que cruzou com a vítima minutos antes do crime, algo muito básico para não constatar, e agora nós, sociedade, vamos ter que arcar com esse erro primário. Imagina a aflição que esse cidadão não passou se ver envolto numa acusação de um crime gravíssimo, ter sua imagem exposta em todas as mídias da cidade, essa conta vai nos custar caro.

      • VC não imagina como a família e a nossa comunidade inteira ficou….todos nós comunidade em nenhum momento imaginou a possibilidade de ele ter ceifado a vida desse jovem. Acreditamos desde o início que ele era inocente. Vc não imagina como ficou o irmão dele que é autista… As coincidências da vida…no dia que ele foi solto. Era o dia dedicado ao autista. Ele foi recebido com o abraço da comunidade em oração. E não poderia ser de outra forma.

  4. Secretário afirmou que o rapaz já era culpado.
    Publicaram a foto do rapaz em Pedrinhas.
    E agora?????
    Rapaz inocente.
    O que fizeram com ele é abuso de autoridade.

  5. A pergunta q não quer calar: se o carro é de propriedade do pai, pq o filho é q foi preso?

    • Infelizmente essa também é uma pandemia: notícia falsa, ou para os que não valorizam a língua portuguesa: fake news.. E quando procede das autiridades?. Infelizmente nós estamos vivendo no mundo da mentira. Está faltando a política dos direitos humanos.
      Anos atrás a polícia prendeu e bateu no saudoso Jerô. Hoje a família recebe uma pequena pensão.

  6. Cada vez mais o caso se mostra misterioso! Será que isso tudo não foi orquestrado para assassinar Diogo e de alguma forma confundir nosso já competente sistema de investigação?

  7. Se por lei não pode mais divulgar imagem de suspeito, então pq mostraram logo a foto de Ayrton? Ah! A vítima era sobrinho de qm? Sarney e tem que prender qualquer um mesmo q este fosse inocente.

  8. Quem vai pagar uma eventual indenização somos todos nós contribuintes, se houvesse uma lei OBRIGANDO o estado a chamar os agentes culpados para ressarcirem o prejuízo, esses infratores iriam pensar duas vezes, portanto, é urgente a necessidade de aprovação de uma lei com essa finalidade.
    No caso concreto, o delegado se precipitou em representar pela custódia cautelar do jovem, o Ministério Público (a imprensa não divulga o nome do(a) promotor(a) que emitiu a opinião) e de igual modo não divulga o nome do(a( juiz (a) que deferiu a prisão preventiva para que a sociedade fique sabendo de seus nomes. Seria bom a imprensa até entrevistar essas autoridades para eles tentarem explicar e justificarem tamanha imprudência, mas, em razão do prestígio da vítima, os fatos caminham de forma diferente, o que é lamentável sob todos os aspectos. Após a divulgação do laudo o delegado Wang se calou, até porque contra fatos não cabe argumentos, ele deveria ter a humildade de vir a publico pedir desculpas pela sua imprudência.

  9. Gente, o direito a indenização pelo acusado não funciona dessa forma como pensam. O rapaz foi apenas indiciado e, não chegou a ser condenado. Ele estava preso como garantia para conclusão das investigações, era um suspeito… O Estado tem esse poder – poder de polícia – de restringir o direito de ir e vir de qualquer cidadão, consagrado no ordenamento pátrio. Fico triste pela morte do rapaz, mas feliz que foi tudo apurado quanto ao indiciado.

  10. Pingback: Edilázio diz que Flávio Dino 'deve desculpas à família de Ayrton Pestana' - Gilberto Léda

Os comentários estão fechados.