Rocha Jr. a Wellington: ‘Essa história de que foi traído não existe’

O presidente do PSDB em São Luís, ex-vereador Roberto Rocha Júnior, contestou hoje (28), após o anúncio de apoio à pré–candidatura de Eduardo Braide (Podemos) à Prefeitura de São Luís, a tese levantada pelo deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) de que teria sido traído pelo seu partido.

Em resposta a questionamentos da imprensa, o dirigente lembrou que em 2016 foi o próprio Wellington o beneficiário de uma decisão do PSB – que barrou a pré-candidatura do deputado Bira do Pindaré para aliar-se ao hoje tucano – e que, naquela ocasião, ninguém falou em traição.

“Essa história de que foi traído não existe, porque existia já um compromisso com Eduardo Braide desde 2018, e ele [Wellington do Curso] estava presente. Existem fotos, vídeos e testemunhas. Portanto, esse discurso não cabe”, destacou, lembrando as referências, feitas ainda nas eleições de 2018, a uma aliança futura do PSDB com Braide.

Segundo Rocha Jr., os tucanos deram oportunidade de viabilização político-eleitoral a Wellington do Curso, que, no entanto, não conseguiu avançar com seu projeto. O ex-vereador também rechaçou o argumento de que o partido teria enganado seu então pré-candidato.

“Antes da janela partidária fechar para as filiações, o Wellington buscou, e até falou isso publicamente, que iria buscar outro partido para ser candidato, porque sabia que já existia, realmente, uma estratégia traçada com o Podemos e um acordo feito, publicamente diga-se de passagem, desde 2018, com o deputado Eduardo Braide. Portanto, obviamente, ele, na expectativa de ser candidato, tentaria buscar outro partido”, afirmou.

O dirigente acrescentou, ainda, que não tem interesse em forçar o colega de partido a seguir a legenda no apoio a Braide, nem intenção de puni-lo casos ele apoie outro nome individualmente.

“Se ele vai seguir o nosso caminho em São Luís, isso cabe ao deputado [Wellington do Curso]. Eu não posso obrigá-lo e eu, também, obviamente, não posso falar por ele. “Se ele não quiser acompanhar o deputado Eduardo Braide, eu vou respeitá-lo”, completou.


3 pensou em “Rocha Jr. a Wellington: ‘Essa história de que foi traído não existe’

  1. Pingback: Bira lembra que sofreu em 2016 o mesmo que Wellington em 2020 - Gilberto Léda

  2. Pingback: Wellington pretende ir à Justiça por candidatura no PSDB - Gilberto Léda

  3. Pingback: Wellington recorre ao PSDB nacional para ser candidato em São Luís - Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *