IBGE: MA lidera ranking da fome; governo diz que distribuiu refeições

Dados Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2017/2018: Segurança Alimentar, divulgada ontem (17) pelo IBGE, apontam que no Maranhão, 66,2% dos domicílios apresentavam situação de insegurança alimentar (IA) entre 2017 e 2018.

Em números absolutos, isso quer dizer que havia fome em 1,3 milhão de lares no período pesquisado, o que coloca o estado na liderança desse indigesto ranking.

Os dados apontam, ainda, que dos domicílios maranhenses pesquisados, 30,9% tinham incidência de insegurança alimentar moderada ou grave. O percentual registrado no estado, é maior que a média do Nordeste (20,5%).

Em reação à divulgação dos dados do IBGE, o governo Flávio Dino (PCdoB) informou que, desde 2015, distribuiu mensalmente mais de 4 milhões de refeições aos maranhenses.

Dá pra acreditar?


4 pensou em “IBGE: MA lidera ranking da fome; governo diz que distribuiu refeições

  1. Parabéns para quem defende esse comunista o pior governador que o Maranhão já teve,bsuperou Luís Rocha e Lobão. A propaganda enganosa mostra um Maranhão diferente da realidade.

  2. Pingback: » Quem está mentindo? IBGE: MA lidera ranking da fome; governo diz que distribuiu refeições

  3. O Maranhão é o último em todos os rankings de renda, pobreza, acesso a água tratada e esgoto, escolaridade, tudo que se imaginar. E piorou muito sob os comunistas que odeiam gestão e entupiram o estado de gente e gastos inúteis.

  4. Surreal!

    O governador anuncia rotineiramente que o estado, na atual administração teria avançado em áreas vitais para a população, no entanto, os índices nacionais apresentados pela mídia, o resultado é totalmente adverso.

    No IDEB, o Maranhão ocupa os últimos lugares, contudo, a propagando do governo é que houve crescimentos nos últimos anos.

    No mapa da fome, vergonhoso esses dados, para um país que ocupa o primeiro lugar em produção de grãos e proteína animal, o Maranhão ocupa um dos últimos lugares, no universo de 27 entes federativos.

    É lamentável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *