Carlos Brandão consolidado como pré-candidato a governador

Preterido na disputa pelo apoio pessoal do governador Flávio Dino (PSB), o senador Weverton Rocha (PDT) viu a pesquisa Escutec fazer ruir mais um mote do seu discurso na corrida por 2022.

O pedetista e aliados andavam espalhando pelo Maranhão que o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) não teria o apoio formal do governo porque seria um nome “pesado”, difícil de chegar à casa dos dois dígitos nas pesquisas eleitorais.

A primeira pesquisa Escutec de intenções de votos fez ruir essa narrativa.

Brandão não apenas chegou à casa dos dois dígitos, como a ultrapassou com tranquilidade em todos os cenários apresentados.

E mais: aparece tecnicamente empatado com o próprio Weverton em dois deles (veja aqui os números).

Ao contrário do que defendia o senador, Brandão, na verdade, está cada vez mais consolidado.


3 pensou em “Carlos Brandão consolidado como pré-candidato a governador

  1. Pelo andar da carruagem, o pior é que ao final iremos ter que escolher mesmo um desses dois pré-candidatos que estão hoje com o comunista FD. Uma “escolha de Sofia” ou votar em branco!

    Pois Roberto Rocha denota que não tem entusiasmo e time para enfrentar uma disputa dessa, se tivesse já estaria em campanha. Edivaldo Júnior não tem quase contato com os prefeitos e a classe política, vai compor com um dos dois. O prefeito Lahésio Bonfim parece também que não tem ainda musculatura política; o coronel Monteiro é apenas uma figura decorativa. Braide não tem coragem, vai compor com um dos dois; Josimar de Maranhãozinho, idem. E Roseana Sarney é um balão de ensaio do moribundo MDB e da sua familia, o tempo deles já passou. Tem muita rejeição em que pese a Mirante com Fefé e suas barganhas e as “pesquisas” lhe botarem nas alturas! Vai se contentar em se eleger a deputada federal ao lado do grupo do candidato de Flávio Dino.

Os comentários estão fechados.