Flávio Dino perde mais uma para Bolsonaro no STF

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu arquivar uma ação ajuizada pelos governadores do Maranhão, Flávio Dino (PSB), e da Bahia, Rui Costa (PT), contra Jair Bolsonaro (sem partido) depois de o presidente divulgar uma tabela de repasses feitos pelo governo federal a cada estado da federação ao longo de 2020, especialmente durante a pandemia da Covid-19.

Para os governadores, o STF deveria determinar a retirada do conteúdo por atentar contra o pacto federativo. Segundo eles trata-se de peça de desinformação, já que os valores divulgados nã se referiam apenas a aportes extraordinários da União aos estados em virtude da crise sanitária.

Para Toffoli, no entanto, os governadores não apresentaram presença de conflito federativo e inegável potencial para desestabilizar o pacto federativo.

“Devem os entes federados apresentar, da maneira que melhor lhes aprouver, esclarecimentos e contrapontos às informações divulgadas pela União sobre esse tema, o que, aliás, já fizeram, conforme nota pública igualmente constante da petição inicial da presente ação. Ademais, não se tem notícia, desde então, de maiores repercussões sobre o tema, tampouco de substancial abalo no pacto federativo, em virtude disso. Inviável, destarte, falar-se na competência desta Suprema Corte, para apreciação da controvérsia instaurada nestes autos. Ante o exposto, não conheço desta ação cível originária, por ausência de competência originária do Supremo Tribunal Federal”, decidiu Toffoli.


1 pensou em “Flávio Dino perde mais uma para Bolsonaro no STF

  1. DINÓQUIO SORVETAO TAVA QUERENDO OCULTAR O DINHEIRO QUE ELE OCULTOU VINDO DE BOLSONARO DURANTE A PANDEMIA. ESSE CUBA DA ODEBRECHT APRENDEU COM LULADRAO A SER SAFADO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *