Após abordagem padrão, Daniella Tema quer transferência de PM

A deputada estadual Daniella Tema (DEM) não gostou nada de haver sido abordada pela Polícia Militar em Tuntum, neste fim de semana.

A parlamentar teve seu carro e alguns assessores revistados, num povoado da cidade. Pelas imagens que circulam nas redes desde o domingo, 6, o procedimento foi absolutamente padrão.

Mas Daniella Tema sentiu-se incomodada e, agora, segundo boas fontes do Blog do Gilberto Léda na cidade, quer a cabeça do comandante da PM na cidade.

Um abuso de autoridade, sem dúvidas.

Por que uma deputada – ou deputado -, ou quem quer que seja, não poderia ser abordado?

O que se tem que avaliar é se a abordagem foi feita dentro dos procedimentos, com respeito aos cidadãos. E só.

A reação da parlamentar, agora, é que se configura como um abuso de autoridade.

Já imaginou se todo deputado que não gostasse de uma abordagem qualquer agora tivesse poder para transferir um comandante?

Jefferson Portela já poderia ser demitido, então…


17 pensou em “Após abordagem padrão, Daniella Tema quer transferência de PM

  1. Isso é apenas mais uma palhaçada destes patéticos e idiotas políticos que nós elegemos, esta senhora tem que entender que ela não é melhor do que ninguém simplesmente por ser uma deputada, e se ela tivesse um mínimo de respeito e compromisso pela Briosa Policia Militar e pela sociedade um mínimo que ela teria que fazer era aplaudir o trabalho do policiais e não ficar de biquinho comprido simplesmente por ser uma deputada, que alias é paga com o nosso dinheiro, e que deputado nenhum é autoridade, é apenas uma pessoa comum com exercício de mandato por tempo determinado, portanto deputada tome vergonha na sua cara e fique bem ai quietinha na sua triste insignificância e respeite as instituições

  2. Acredito que há algumas perguntas a serem feitas: 1 – Porque houve a abordagem? Houve alguma denuncia? Só a parlamentar foi abordada ou outras pessoas que transitavam ali também foram? Porque a PM estava exatamente na localidade em que a deputada se encontrava?
    É no minimo estranha essa abordagem, quando se sabe que em cidades do interior em muitas das vezes fica sendo usada pelo prefeito…

    • Algumas respostas que já obtive pq tb fiz esses questionamentos:
      – várias pessoas foram abordadas da mesma forma, aliados do prefeito, inclusive.
      – havia uma vaquejada na zona rural da cidade, por isso a presença ostensiva da PM no local.

  3. O que chega a transparecer que não é uma abordagem de rotina é que somente o carro da deputada foi revistado em meio a mais de 40 veículos. Por que não revistaram os demais? Os leitores de outras cidades precisam saber da verdade. Palavra de um morador do bairro que viu tudo

      • Tu apurou apenas aquilo que convém teus interesses.
        Você não.conhece a realidade daquele município e nem as perseguições por lá existentes para colocar essa materiazinha tendenciosa no teu comércio.
        Foi uma abordagem atípica naquele local.
        A maioria da população de Tuntum sabe bem quem mandou esses sujeitos fazer esse procedimento.
        Obs: nem conheço essa deputada, mas conheço as armas sujas de seus adversários e até mesmo de quem tinha contato próximo com ela.

  4. O pior,já conseguiu a exoneração.Deputado tem imunidade e não impunidade e tem mais,foi no municipio de Tutum onde ela e o marido se acham donos.Será preciso que para uma simples revista precisa de uma autotização do TJ?Paciencia.É a de sempre:Sabes com quem estás falando?

  5. VIVA O MARANHÃO DOS CORONÉIS! VIVA O MARANHÃO DAS VELHAS OLIGARQUIAS! ELAS CONTINUAM VIVAS E MAIS FIRMES QUE NUNCA, COM AS BENÇÃOS DO GRANDE CORNÉ DINO!!!!!!

  6. Pobre pode ser abordado por polícia de qualquer forma agora só porque tem um cargo público (Deputada), não pode ser abordada??? Fala sério. Ela é cidadã comum, igual a todos. Falta de respeito com o povo e com a própria polícia, que estava fazendo seu serviço.

  7. Amigos,eu não conseguir olhar nada de anormal nessa abordagem feita pela PM , que fez o seu papel importante para a segurança dela deputada e para toda a população. Os direitos são iguais para todos e a revista também.

  8. Pelas falas dessa deputada e postura saliente, já se vê como nós maranhenses somos mal representados na Assembléia.. Postura arrofgante…. O policial perguntou ” De quem é o carro ? , ela responde de maneira grotesca, mal educada e prepotente, ” è meu, porquê? – poderia ser mais elegante..Se achando a rainha do sertão….Aprende povo dessa região…

  9. Um verdadeiro absurdo o q essa deputada faz.. inguinorar uma revista policial…e ainda exonerar um pai de família do seu cargo por tá fazendo o seu dever como PM…um verdadeiro absurdo.
    #forçatenente
    #excelentetrabalhoPMMA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *