PM é exonerado após abordagem em veículo deputada, que nega ingerência

O Tenente França já foi comunicado da sua exoneração do cargo de comandante da Companhia da PM responsável pela cidade de Tuntutm, é o que informa boa fonte do Blog do Gilberto Léda na Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

A mudança no comando ocorre, coincidentemente, após uma abordagem de rotina que envolveu a deputada estadual Daniella Tema (reveja).

Ao blog, fontes da cidade informaram que a parlamentar fez pressão pela exoneração. Ela nega qualquer ingerência nesse caso, mas foi às redes sociais reclamar da abordagem.

Para Tema, a ação foi truculenta.

“As abordagens policiais são importantes e necessárias, quando seguem os protocolos legais adotados pela PM. Nosso repúdio se refere restritamente aos excessos (truculência e armas de grosso calibre como forma de ameaça)”, disse.


10 pensou em “PM é exonerado após abordagem em veículo deputada, que nega ingerência

  1. Armas de fogo fazem parte do trabalho da PM. Portar armas de grosso calibre nao significa ação truculenta. Infelizmente a deputada desconhece o trabalho policial. Se em júris há armas de grosso calibre, pq ela uma abordagem que é muito mais arriscado elas não deveriam existir?

  2. “Parabéns” a deputada e ao governador Flávio Dino que provaram que no Brasil manda quem pode e obedece quem tem juízo. O PM perdeu o comando na cidade porque ousou incomodar uma intocável eleita graças às eternas capitanias hereditárias tão comum no Nordeste. Com deputadas r governadores assim o autoritarismo está garantido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *