Defesa volta a alegar inocência de Eduardo DP, após soltura

A defesa de Eduardo DP, realizada pelo escritório do advogado Daniel Leite, comentou neste fim de semana a decisão pela revogação da prisão temporária do empresário.

Segundo o comunicado, agora livre, ele poderá “esclarecer, oral e documentalmente, as apressadas conclusões” da Polícia Federal que culminaram com sua prisão no âmbito da Operação Odacro.

Veja acima o posicionamento.


2 pensou em “Defesa volta a alegar inocência de Eduardo DP, após soltura

  1. Muitos comunistas respiram agora aliviados.

    Solto antecipadamente em um dia do final da prisão provisória de 5 dias apenas porque a PF já havia colhido provavelmente neste momento tudo o que queria para aprofundar as investigações. O que evidentemente nada impede que novas prisões saiam a qualquer momento na continuidade da Operação Odacro, inclusive de laranjas e beneficiados pelas fraudes licitatórias.

  2. Não se faz mais advogado como antigamente. Primeira frase da nota com erro de português: não se separa sujeito de predicado com vírgula, doutores!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.