Gardeninha, solitária

Gardeninha: "exército de um homem só"

Chega a dar dó a situação da deputada Gardênia Castelo (PSDB) na Assembléia Legislativa.

Sozinha, isolada, solitária, tenta defender o indefensável e, praticamente todo dia, precisa dar explicações sobre algum desmando na Prefeitura de São Luís, administrada pelo pai, o prefeito João Castelo (PSDB).

Os buracos, os socorrões, o IPTU…

Dia após dia é assim: ela contra um batalhão de deputados.

Some-se a isso o fato de que a Câmara Vereadores simplesmente não existe. O resultado são as discussões de nível local sendo transferidas do legislativo municipal para o estadual.

E lá, na AL, o que não faltam são representantes da capital.

No caso da fraude do IPTU, por exemplo, os quatro que subiram à tribuna na última quinta-feira (5) – Roberto Costa (PMDB), Jota Pinto (PR), Eliziane Gama (PPS) e Raimundo Cutrim (DEM) – têm São Luís como principal base política.

Nem os oposicionistas Bira do Pindaré (PT) e Marcelo Tavares (PSB), que já fizeram defesas de Castelo, entram mais nas discussões. Temem ficar marcados como oportunistas – até porque o prefeito é adversário do aliado-mor deles, o ex-deputado federal Flávio Dino (PC do B).

Então sobra pra Gardeninha. E a tucana não tem se saído bem.

Rebate as críticas sempre com um aparente ar de tranqüilidade – que, às vezes, soa como deboche – e, sem apoio em plenário, sempre que faz alguma intervenção que acha inteligente, busca guarida na imprensa, voltando-se para os jornalistas com um sorriso amarelo no rosto.

É deprimente.


0 pensou em “Gardeninha, solitária

  1. Se eu fosse ela nem ia mais para a AL.. Todo dia pegando malha dos colegas por causa do pai!! Cria vergonha e pede pro pai também criar vergonha!!!

  2. Gilberto,

    Titulare e Adjuntos X Caostelo

    Logo mais a Gardeninha precisará responder essa nova denuncia da SMTT. Dessa vez vai sobrar para Clodomir Paz que , como autoridade de transito, ao inves de abrir a notificação de autuação mandou apurar denuncia contra o agente de transito heroi, que ousou lavrar um Auto de Infração de Transito -AIT, contra a secretaria adjunta de Caostelo