Casal Dutra e Portelada faturam alto com “causa” do Vinhais Velho

Nada de cunho social, tampouco político. É mesmo financeiro o interesse que o casal Núbia e Domingos Dutra tem em “defender a causa” dos moradores do Vinhais Velho no processo de desapropriação para construção da Via Expressa.

Explica-se: é a própria advogada Núbia Dutra quem representa os moradores dos imóveis que deverão ser desapropriados. Pela causa, receberá 20% de tudo o que o Governo do Estado pagar aos proprietários como indenização pela desapropriação.

Como os imóveis que estão no traçado da rodovia estão avaliados em aproximadamente R$ 4 milhões Núbia embolsará, no bojo do processo, nada menos que 20% da causa. Ou seja, R$ 800 mil para defender os interesses dos “pobres e oprimidos”

Raymundo Portelada, por sua vez, usa o nome do CREA para fazer as avaliações dos imóveis por conta própria. Contrato assinado entre ele um dos moradores revela que as avaliações estão sendo feitas por conta própria – o CREA não tem nada que ver com isso – e que Portelada receberá 5% de tudo o que for pago no ato da desapropriação.

Ou seja, R$ 200 mil para ajudar os “pobres e oprimidos” a ter uma “indenização justa”.

Pode?


8 pensou em “Casal Dutra e Portelada faturam alto com “causa” do Vinhais Velho

  1. Essa avenida vai ser mais uma Avenida Luís rocha que liga o são Francisco a ponta daria vai do shop são Luís ao da ilha ainda e um ma só no maranhão mesmo

    • Então pede pra teu prefeito deixar o Governo terminar pra vc poder dizer isso… A propósito, a avenida que vc cita é a Ferreira Gullar

  2. Pois é quanto esperteza quere ganhar honorários de uma disputa judicial!!!
    Mas vem cá………Não é disso que vivem os advogados????? Todo profissional liberal vive dos honorários que percebe em razão do exercício da sua profissão. Nada mais normal que isso.
    Você acha que o advogado acredita intimamente ser justa e devida toda ação que protocola na juistiça????? Claro que não meu caro blogueiro!!!!! Isso faz parte do jogo democrático e do livre acesso a justiça. A todos cabe o direito de petição, independente de ser efetivamente o “dono” do direito ou coisa litigada……..
    NEGOÇÃO mesmo é do Suplente de Senador do Maranhão (que se repita bem: SEM NENHUM VOTO!!) que se diz dono de de XXXhectares na área e que ira solicitar indenização de R$100.000.000,00.
    Mas vem cá aquilo tudo não era área de proteção ambiental pertencente a parque eco0lógico instituido pelo estado?????
    Não mexe no fuxico Décio que a coisa piora…..

    • Não critico a profissão do advogado. O que não concordo é que o casal Dura e o senhor Raymundo Portelada estejam ganhando dinheiro – esse é o ofício dele -, mas em público posem de vestais da moralidade, de defensores dos direitos dos pobres e oprimidos…
      Sobre o “fuxico de Décio”, saiba que sou assessor da SINFRA, que está fazendo a Via Expressa. Tenho esses documentos há pelo menos uma semana. Não os publiquei antes por uma questão ética: não gosto de “dar furos” que envolvam a secretaria. Prefiro que alguém publique primeiro…

      • Onde me referi a “fuxico” não falei sore a existencia da ação ou sobre a real motivação dos seus autores. Acredito somente que para saber se os reais patrocinadores da ação detém outro interesse que não o da busca pela justiça que isso seja apurado nos autos.
        E pior, até onde sei, essa não seria uma atitude ilegal dos envolvidos na questão, visto que utilizar de fatos ou situações conturbadas (ou mal esclarecidas) como trampolim político sempre foi utilizado em países ‘democráticos’.
        Que fique dito: Não conheço nenhum dos envolvidos e não sou filiado a nunhem partido político.

        • É no mínimo imoral Nilson. O Dutra patrocina qualquer empreitada contra o grupo Sarney (seja ela justa ou não). A questão é política. Só isso deveria bastar para que ele próprio entendesse que não é moral indicar a esposa para defender os interesses dos desapropriados…

  3. A Dra. Núbia deveria se preocupar mais com a sua candidatura em Paço do Lumiar e aderir a frente de oposição Luminense formada por Moraes-PP, Inácio-PRP, Frank, Mábnes-PMN, Raimundo Filho-PHS e Cel Paulo-PCdo B.

Os comentários estão fechados.