E agora? Dono da Eletromil foge do Maranhão

Eduardo Facundes fechou lojas e "vazou"

Em primeira mão, às 12h43

Com mandado de prisão decretada no Pará e todo enrolado no Maranhão, o dono da Eletromil, Eduardo Facundes, fugiu do estado.

Facundes é acusado de aplicar um gigantesco golpe na praça ao vender produtos pela modalidade Compra Premiada.

Nesse modelo, ao cliente vai pagando as prestações do item que quer adquirir – como num consórcio – e, quando for sorteado, pára de pagar o carnê.

Como tudo que é fácil demais normalmente não é ilegal, Facundes deixou de entregar os produtos a vários clientes – mesmo àqueles que já haviam quitado todas as prestações.

O resultado é que, recentemente, ele teve fechadas suas lojas no São Cristovão e no São Francisco, em São Luís, e uma em Bacabal – todas reabertas após acordo com Justiça e a promessa de que iria cumprir os compromissos com os clientes.

Tudo balela! O empresário deu uma banana para a polícia, a Justiça e os clientes, fechou as lojas e se mandou nesta segunda-feira (13).

Talvez, se houvesse sido aberto inquérito para investigar o empresário desde setembro do ano passado, como solicitou Lítia Cavalcanti (veja documentos abaixo), o desfecho desta história fosse outro.


3 pensou em “E agora? Dono da Eletromil foge do Maranhão

  1. isso é um bom exemplo para os outros que continuam na mesma prática em outros estados da federação. em bacabal ainda tem muita gente que continua ha praticar esse crime.

Os comentários estão fechados.