Os “cleros” da Assembleia Legislativa

plenárioJá que a deputada estadual Ana do Gás (PRB) tocou no assunto em discurso ontem (24), o blog resolveu antecipar a publicação da divisão dos deputados maranhenses por clero.

A lista seria apresentada apenas em abril, após mais um mês de avaliação do desempenho dos parlamentares na Casa.

Mas não se pode perder o momento, não acham?

Então, segue a lista:

Altíssimo clero

Humberto Coutinho (PDT), Othelino Neto (PCdoB), Eduardo Braide (PMN), Alexandre Almeida (PTN), Rogério Cafeteira (PSC)

Alto Clero

Edilázio Júnior (PV), Edivaldo Holanda (PTC), Max Barros (PMDB), Adriano Sarney (PV), Andrea Murad (PMDB), César Pires (DEM), Rigo Teles (PV), Antonio Pereira (DEM), Stênio Resende (PRTB), Marco Aurélio (PCdoB)

Médio Clero

Fernando Furtado (PCdoB), Levi Pontes (SDD), Sousa Neto (PTN), Carlinhos Florêncio (PHS), Roberto Costa (PMDB), Glalbert Cutrim (PRB), Graça Paz (PSL), Edson Araújo (PSL), Hemetério Weba (PV), Wellington do Curso (PPS)

Baixo Clero

Fábio Braga (PTdoB), Fábio Macedo (PDT), Paulo Neto (PSDC), Rafael Leitoa (PDT), Raimundo Cutrim (PCdoB), Sérgio Frota (PSDB), Valéria Macedo (PDT), Júnior Verde (PRB), Nina Melo (PMDB)

Baxíssimo Clero

Cabo Campos (PP), Zé Inácio (PT), Léo Cunha (PSC), Ricardo Rios (PEN)

Pré-sal

Francisca Primo (PT), Josimar de Maranhãozinho (PR), Ana do Gás (PRB), Vinícius Louro (PR)

Em tempo: é claro que essa é uma visão muito particular e pessoal do titular do blog. Para apimentar o debate, deixe aí nos comentários a sua opinião sobre a divisão por “cleros” da Assembleia maranhense.,


43 pensou em “Os “cleros” da Assembleia Legislativa

    • Em tempo: é claro que essa é uma visão muito particular e pessoal do titular do blog. Para apimentar o debate, deixe aí nos comentários a sua opinião sobre a divisão por “cleros” da Assembleia maranhense.

  1. Discordo totalmente. Por que Fabio Macedo está no Baixo Clero?O irmão dele é prefeito de Dom Pedro e aliado do PC DO B.

      • Resposta fundamentada é melhor que resposta retórica . Fundamentei a minha, mas não entendi o critério para ele estar no baixo clero. Se for achismo então tá.

        • Em tempo: é claro que essa é uma visão muito particular e pessoal do titular do blog. Para apimentar o debate, deixe aí nos comentários a sua opinião sobre a divisão por “cleros” da Assembleia maranhense.

  2. Amigo, sua análise tem fundamento, com exceção do dep Júnior Verde, que o amigo, classificou como baixo clero, quando na verdade, o deputado em seu primeiro mandato, tem sido incansável na defesa e promoção de políticas classistas, entre outras

    Sem demérito aos outros deputados e baseado no que tenho visto até agora, Júnior Verde, tem sido um dos deputados mais atuantes nestes primeiros 50 dias de atuação desta nova legislatura, com projetos, preposições e sugestões ao parlamento maranhense.

    Portanto, mesmo que tua lista de “cleros”, não tenha como base nenhum estudo dos temas e atuação dos parlamentares, eu me arriscaria a melhorar a classificação do jovem parlamentar Júnior Verde, para no mínimo no médio clero. Rssssss

    • No plenário, amigo, todos os deputados entram em pé de igualdade. Voto não vale nada lá dentro.

  3. Pingback: Quais os critérios para estabelecer | Blog do Robert Lobato

  4. Pingback: Quais os critérios para estabelecer os “cleros” na Assembleia Legislativa? - Imperatriz - MA

  5. Cara, essa “lista”, só demonstra o quanto você é um FANFARRÃOOOO..não entende nada de politica. Vai beber na fonte de FERNANDO RODRIGUES, JOSIAS DE SOUSAS, ANDRE VASCONCELOS, CONY, NOBLAT, E TANTOS OUTROS..

  6. Essa foi boa……. Os deps tão td maluco c essa lista.kakakaka so tenho uma mudanca q eu faria e q Ouvi de 3 deps incluindo um do altíssimo clero Q o Alexandre devia ter descido d clero p a dep Andréia subir p o altíssimo.de fato hj a deputada d maior visibilidade na casa eh ela mesmo N sendo governista.so perde p o presidente e nosso ilustríssimo Othelino.

  7. Poderíamos fazer uma ‘classificaçao clerical’ nos diversos setores, o que acham? Eu começaria com nossos amados e odiados blogueiros:
    Altisssimo Clero – Décio Sá (in memorian)
    Alto Clero – John Cutim
    Médio Clero -….

  8. Para quem não vive o dia a dia da Assembleia Legislativa não vai entender o que quis dizer o amigo Gilberto Leda.
    O deputado pode ter tido um milhão de votos, bem como pode ser irmão, pai ou filho de senador, se não for um bom articulador, não tiver um bom discurso, entrar mudo e sair calado nao apresentar projetos importantes, além de outros tributos – vai está incluido em alguma dessas posições. Acho que você teve 95% de acertos!

  9. A classificação deveria colocar todos os deputados que retiraram suas assinaturas da emenda impositiva para o pré sal , temos deputados em primeiro mandato muito atuante como o deputado Júnior Verde, Zé Inacio e Cabo Campos no altíssimo clero a favor dos Maranhense e de bobo da corte para Deputado de Fernando Furtado

  10. Essa lista seria baseada, segundo o q tu pega recurso para publicar e ou meter a ripa? O q pagam mais são de altíssima santidade?

  11. Pingback: Deputados foram aconselhados a não reagir a divulgação dos “cleros” da AL | Gilberto Léda

  12. Apoiado, o clero é analisado para os deputados que tem discurso e projeto. Se o deputado não fala, não tem projeto, não tem sintonia, ele pode ter tido 1.000.000.000 de votos, mas fica lá em baixo para os observadores da politica.
    O caro amigo jornalista está correto, pois observa quem é atuante e quem não é.

  13. Pingback: Semana: Deu na blogosfera maranhense | Blog do Robert Lobato

  14. Pingback: Semana: Deu na blogosfera maranhense - Imperatriz - MA

  15. Pingback: Os “cleros” da Assembleia, segundo Ribamar Correa | Gilberto Léda

Os comentários estão fechados.