Castelinho: Wellington solicita dados de obras do governo

O deputado estadual Wellington do Curso protocolou nesta quinta-feira (7), no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão (Crea-MA), ofício em que solicita informações quanto ao registro de obras públicas realizadas pela gestão Flávio Dino.

A solicitação abrange todas as Anotações de Responsabilidade Técnica (ART’s) emitidas desde janeiro de 2015 até o dia 28 de fevereiro de 2019 e ocorre após o acidente registrado no castelinho, na quarta-feira (6), quando parte do teto do ginásio desabou (reveja).

Ao fundamentar a solicitação, o parlamentar afirmou ser necessário para esclarecer alguns pontos como contrato, valores e origem dos recursos de várias obras que tem sido entregues, anunciadas em propaganda e, dias depois, se deteriorizam, evidenciando a péssima qualidade do serviço, a exemplo do asfalto utilizado em todo o Maranhão.

“Obras superfaturadas e, em seguidas, deterioradas! A população não entende o motivo pelo qual se gasta tanto com algo de péssima qualidade. Estamos aqui solicitando as Anotações de Responsabilidade Técnica que contém informações cruciais como valores gastos e origem dos recursos. Tanto o Governo quanto as Prefeituras precisam entender que não é porque a obra é pública que se pode fazer de qualquer jeito. É dinheiro público e isso tem que ser fiscalizado. Um exemplo é a Beira Rio, em Imperatriz. Uma obra que custou 03 vezes mais caro e não teve a qualidade esperada. Isso tem que acabar!”, disse Wellington.


2 thoughts on “Castelinho: Wellington solicita dados de obras do governo

  1. Deputado Wellington do Curso, vale lembrar que o art. 618 do Código Civil Brasileiro/2002 estabelece que o Empreiteiro responde pela solidez e perfeição da obra durante 5 anos. Mas falam que o governo dos advogados, embora conste essa exigência de garantia nos contratos firmados, […]! Principalmente nas obras de pavimentação rodoviária, que com meses se deterioram todas, exemplo clássico são os serviços do Programa Mais Alfalto. E dizem que a gestão republicana de Flávio Dino faz é contratar outra empresa ou às vezes contrata com as mesmas pra recuperar os serviços defeituosos que elas próprias realizaram, pode!!!!????? Investigue isso deputado, pra ver se essa estória curiosa procede?

  2. Pingback: Flávio Dino e Anelise – Alex Brasil Poeta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *