Adriano tentou tirar verba da Comunicação para reparo a danos das chuvas

Os diversos transtornos que ocorreram na Região Metropolitana de São Luís no último fim de semana – e que já se somam a outros, decorrentes do rigoroso período chuvoso deste ano em todo o estado (saiba mais) – poderiam ter sido amenizados com mais rapidez e eficiência se a base aliada ao governo Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia Legislativa assim o quisesse.

No fim do ano passado, ao se discutir o Orçamento de 2019 do Governo do Maranhão, o deputado estadual Adriano Sarney (PV) chegou a apresentar uma emenda para isso.

O objetivo era remanejar R$ 5 milhões da Comunicação para ações de destinadas a evitar ou minimizar os desastres causados por chuvas (relembre).

A emenda foi rejeitada.

Assim, o orçamento da Comunicação comunista foi aprovado com R$ 63,5 milhões.

O da Defesa Civil, R$ 9,2 milhões.


6 pensou em “Adriano tentou tirar verba da Comunicação para reparo a danos das chuvas

  1. É verdade. Tenho que dar os parabéns ao Adriano, pois eu vi que ele fez uma emenda ao orçamento do Governo do Estado no ano passado, para tirar 5 de 73 milhões de propaganda, para ajudar a Prefeitura de São Luís no combate contra os estragos das fortes chuvas, emenda essa que foi rejeitada por todos os governistas! Vejam quem está do lado dos ludovicenses, meus amigos… por essa votação, com certeza os governistas não estão do lado dos ludovicenses!

  2. Somos cientes da luta do deputado Adriano. Infelizmente os comunistas que administram todas as Prefeituras da Ilha não fizeram nada. Se a emenda do Adriano fosse aprovada ajudaria muito para o combate aos estragos das chuvas. Mas como Flávio Dino tem a maioria, apesar da proposta ser benéfica, mandou rejeitar e assim foi feito. Infelizmente.

  3. Peço que deputado Adriano Sarney continue sendo combativo e atuante. Não se deixe calar pelos comunistas que não fazem nada a favor dos maranhense e, também, pelos ludovicenses. O PDT está há 30 no poder e nada fez, apenas paliativos. São Luis cresceu e preciso de um gestor antenado com a nova realidade e com uma mente desenvolvimentista e empreendedora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *