Uema/Caxias: Yglésio comenta reclamação disciplinar contra juiz

O deputado estadual Yglésio Moyses (PDT) comentou há pouco a decisão do desembargador Marcelo Carvalho Silva, corregedor-geral de Justiça do Maranhão, que converteu em reclamação disciplinar sindicância aberta contra o juiz Sidarta Gautama, de Caxias, possíveis irregularidade em transferências de alunos de universidades privadas – até mesmo do exterior – para o curso de Medicina da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) na cidade.

O pedetista foi um dos que denunciaram o caso na Assembleia Legislativa, ainda em setembro,

“Reforça a minha confiança nas instituições maranhenses. Essa manifestação reativa e necessária do Judiciário maranhense às denúncias graves que levamos para a Assembleia Legislativa prova que os poderes estão em sintonia, compromissados em combater eventuais abusos de quem quer que seja o agente público no Maranhão.”, disse em contato ao blog.

O deputado Yglésio, levou o caso à Assembleia depois de receber a denúncia dos alunos de medicina da Uema de Caxias. Ele cobrou investigação do Tribunal de Justiça do Maranhão e enviou uma indicação para o presidente do Tribunal de Justiça e ao corregedor, respectivamente os desembargadores José Joaquim Figueiredo e Marcelo Carvalho, para que tomassem as providências cabíveis.

A sindicância foi conclusa e o desembargador Marcelo Carvalho considerou graves os fatos que apontam o suposto desvio de conduta do magistrado.

“Considerando a gravidade dos fatos a apontarem suposta responsabilidade funcional do magistrado Sidarta Gautama Farias Maranhão, (…), entenda-se como necessária apuração mais aprofundada sobre os fatos aqui descritos.”, disse Marcelo no seu relatório de conclusão da sindicância (saiba mais).


2 pensou em “Uema/Caxias: Yglésio comenta reclamação disciplinar contra juiz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *