Dino tinha até julho de 2020 para aprovar reforma da Previdência do MA

Embora sustente o discurso de urgência para justificar a aprovação, em pouco mais de 24h, da reforma da Previdência local, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), tinha tempo de sobra para debater o assunto – exatamente como sempre disse a oposição.

Portaria publicada na quarta-feira (4) pelo Ministério da Economia regulamenta a aplicação nos estados das alíquotas definidas na reforma promulgada pelo Congresso em Novembro.

O governo estabeleceu, por exemplo, que estados e municípios terão até 31 de julho do ano que vem para comprovar que aumentaram as alíquotas previdenciárias de seus servidores para pelo menos 14%, como determina a reforma.

No Maranhão, as novas alíquotas foram aprovada no dia 20 de novembro (reveja).


5 pensou em “Dino tinha até julho de 2020 para aprovar reforma da Previdência do MA

  1. Um comunista covarde e oportunista! Tinha todos esses meses pra dialogar democraticamente com as classes afetadas, se antecipou pra avançar na grana dos pobres funcionários e aposentados.

    Gilberto Leda, vocês jornalistas já sabem quantos milhões o governador vai tirar por mês dos contracheques dos funcionários da ativa, pensionistas e aposentados do estado com essa sua “Reforma da Previdência”? Nesses 5 (cinco) meses (de Fevereiro a junho) qual é o montante de dinheiro tirado antecipadamente das contas dos funcionários, pensionistas e aposentados do Governo do Estado? Tinha necessidade disto, não era melhor demitir comissionados?

  2. Pingback: Adriano comenta mentira do governo para aprovar Previdência e 24h - Gilberto Léda

  3. bando de otários, abestados e mequetrefes, …. quanto mais cedo melhor, assim, êle continuará pagando em dia os funcionários, ativos e aposentados e ainda poderá pagar os precatórios que a sinhazinha não pagou…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *