Duarte Jr. numa encruzilhada no PCdoB

O deputado estadual Duarte Júnior está no que se pode chamar de encruzilhada no PCdoB.

Pré-candidato a prefeito de São Luís, ele é o nome mais bem colocado na disputa dentre os aliados do governador Flávio Dino (PCdoB). mas não goza da confiança do partido, que deve mesmo escolher o deputado federal Rubens Júnior como candidato (saiba mais).

A solução, nesse caso, seria ele deixar a legenda e buscar abrigo numa sigla que lhe garanta a candidatura, até o dia 3 de abril.

Solução em tese.

Duarte é deputado e, portanto, eleito pelo sistema proporcional. Assim, o mandato pertence ao PCdoB, não a ele próprio.

Se os comunistas lhe derem uma carta de anuência, ele pode deixar o partido sem problemas – embora um suplente ainda possa solicitar o mandato na Justiça, como destacou ao Blog do Gilberto Léda o advogado Cárlos Sérgio, especialista em Direito Eleitoral.

O primeiro suplente, no caso, é o ex-deputado Raimundo Cutrim (PCdoB).

Sem essa carta, acrescenta ele, se sair da sigla, Duarte o fará por sua conta e risco.

“Ah, mas o PCdoB não atingiu a cláusula de desempenho“, questionariam alguns, como argumento para a possibilidade de o deputado desfiliar-se sem consequências jurídicas.

Carlos Sérgio também explica por que isso não procede: segundo ele, o PCdoB não atingiu a cláusula nas eleições, de fato, mas, ao fundir-se com o PPL essa “meta” acabou sendo batida.

“Se ele deixasse o partido antes dessa fusão, estaria livre do perigo de perder o mandato”, destacou.

Portanto, a Duarte restam dois caminhos: ficar no PCdoB e correr o risco de não disputar a eleição caso se confirme a escolha por Rubens Júnior; ou, sair do partido para tentar ser prefeito, mas arriscando perder o mandato de deputado caso não se eleja.

A não ser que a direção da legenda lhe garanta uma carta de anuência para a desfiliação.


4 pensou em “Duarte Jr. numa encruzilhada no PCdoB

  1. O Melhor seria ele nem entrar na Disputa para prefeito. Caso contrario seria oposicao ao Seu padrinho Flavio Dino, tornado-se alvo façil de mìsseis lancados do palacio do leoes em tempos de Campanha.

  2. Ninguém quer DUARTE porque ele não é confiável e nem tem palavra. Impulsivo, irresponsável e inconsequente, devia ter continuado nos shows de auditório com seu personagem.

  3. Pingback: Flávio Dino despacha Duarte Júnior: ‘desejo sorte’ – Blog do Samuel Bastos

  4. Pingback: Flávio Dino despacha Duarte Jr.: 'desejo sorte' - Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *