PM que matou esposa disse que pensou em se matar

O policial militar Carlos Eduardo Pereira, que matou a esposa, Bruna Lícia Fonseca Pereira, e José Willian dos Santos Silva, após supostamente flagrá-los nus na cama do casal, disse que pensou em se matar após o ocorrido.

A declaração está num segundo trecho do depoimento do PM.

Na oitiva, cuja primeira parte foi publicada ontem (26) pelo Blog do Gilberto Léda, ele conta, sob sua ótica, toda a dinâmica do crime.

Carlos Eduardo diz que abriu a porta do quarto e flagrou a esposa e o jovem nus na cama. Atônito, ele disse ter sido alcançado pelos dois e ter sido agarrado pelo colete – o PM voltava do trabalho e ainda estava fardado.

O militar alega que houve luta corporal e que ele ainda feriu a mão antes de atirar e matar Bruna Lícia e José Willian.

O PM acrescentou que, apesar de quase separado da esposa, não suportou vê-la com outro em sua cama.

Leia:


6 pensou em “PM que matou esposa disse que pensou em se matar

  1. Ela errou, mais ele errou muito mais! Percebe-se que o depoimento foi conduzido para atenuar o caso, pelo jogo de palavras e respostas. Contudo, na cena do crime, percebe-se que ele atirou em ambos logo ao adentrar o quarto, qualquer perito iniciante perceberia isso. Alguém deve ter ligado pra ele, não é possível, duvido que periciem o celular dele. Se voltar a virar moda o pé-de-panocida, pela “honra do marido traído”, vai triplicar o índice de homicídios aqui na capital.

  2. Pingback: PM é alvo de processo após defender assassinato da esposa de colega - Gilberto Léda

  3. Ninguém tem direito a tirar a vida de ninguém. Mas muitas mulheres exaltadas e apavoradas com a grande repercussão de desapoio a uma mulher adúltera morta, levanta sérias suspeitas que estas estranhas defensoras da traição já traíram os seus companheiros ou os seus namorados e por isso estão com medo Deus os livre de acontecer o mesmo com elas? Eis uma grande questão prévia pra ser amplamente debatida nas redes sociais, nas igrejas, na OAB, na delegacia da mulher e até nas varas de família.

  4. Pingback: 'Para com isso', pediu Bruna Lícia antes de marido PM atirar para matar - Gilberto Léda

  5. Pingback: ‘Para com isso’, pediu Bruna Lícia antes de marido PM atirar para matar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *