NOTINHAS DA BOCA DA NOITE

CPI
A Assembleia definiu hoje (11) os parlamentares que integrarão a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Educação. O colegiado apurará denúncias de abusos cometidos por escolas particulares do Maranhão, notadamente em São Luís, a partir da cobrança de preços diferenciados pelo suposto fornecimento de ensino bilíngue. Foram indicados para compor a comissão os deputados Zé Inácio (PT), Rafael Leitoa (PDT), Wendel Lages (PMN), Duarte Júnior (PCdoB), Roberto Costa (MDB), Thaiza Hortegal (PP) e Hélio Soares (PL). Relatoria e presidência devem ser escolhidas na semana que vem.

Mais comissões
Além da CPI, comissões permanentes da Assembleia começam a tomar forma para 2020. Também nesta terça, foram definidos os presidentes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que ficou com o deputado Ricardo Rios (PDT), e da Comissão de Orçamento, Fiscalização e Finanças, a cargo do deputado Neto Evangelista (DEM).

Todos fora
O presidente estadual do PRTB no Maranhão, Jairzinho Filho, divulgou hoje cartas de anuência para desfiliação dos cinco vereadores do partido em São Luís. Estão oficialmente da sigla Genival Alves, Marcial Lima, Ricardo Diniz, Silvino Abreu e Dr. Gutemberg. Jairzinho quer deixar o partido “limpo” para tentar eleger vereadores sob sua tutela.

Olha ele aí…

O ex-deputado e ex-secretário de Estado da Segurança Pública Raimundo Cutrim reapareceu hoje (11) numa foto ao lado do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL). Ex-PCdoB, Cutrim tentará voltar à Assembleia.

Sentiu
A constatação, feita pelo Valor Econômico, de que a pobreza segue aumentando no Maranhão sob Flávio Dino (PCdoB) machucou o ego dos comunistas no estado.

Cuidado
O Ministério Público (MP) Eleitoral no Maranhão recomenda cuidado aos pré-candidatos – notadamente deputados estaduais e federais – que forem utilizar outdoors para divulgar seus mandatos. Se passarem dos limites, poderão ser enquadrados por campanha antecipada.

Depoimento

O coronel Heron Santos, da Polícia Militar do Maranhão, vai depor, nesta quarta-feira 12, na ação penal em que ele é réu sob acusação de suposta determinação de espionagem a opositores do governador Flávio Dino que pudessem “causar embaraços” nas eleições de 2018. A oitiva foi marcada em novembro do ano passado pelo juiz Nelson Melo de Moraes Rego, da Auditoria da Justiça Militar do Maranhão (saiba mais). Também será tomado o depoimento do outro réu, major Antônio Carlos Araújo Castro, e serão ouvidas as testemunhas de defesa e de acusação. A informação é do Atual 7.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *