Após calote na compra de respiradores, MA quer vacina russa via Consórcio

O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou na sexta-feira, 14, durante entrevista coletiva por videoconferência, que o Governo do Maranhão aderiu, via Consórcio do Nordeste, ao protocolo com o Governo da Rússia para a obtenção de vacina contra o novo coronavírus.

As tratativas ocorrem, ainda em caráter preliminar.

“O governador da Bahia está, em nome dos nove estados do Nordeste, tratando com empresas e Governo da Rússia sobre a assinatura de um protocolo que garanta o acesso a esse momento de experimentos. Temos buscado esse diálogo visando o futuro abastecimento do nosso estado para a possível vacina produzida, seja naquele país ou em qualquer outro”, afirmou Dino.

Calote

Se concretizada, esta será a terceira tentativa do Maranhão, e do Consórcio Nordeste, de fazer negócios internacionais relacionados à pandemia do novo coronavírus.

Nas outras duas, como já se sabe, ambos pegaram calotes na tentativa de compra de respiradores da China e da Alemanha (saiba mais).

Primeiro lote

Segundo agências internacionais, as autoridades informaram no fim de semana que o país produziu o primeiro lote da vacina contra o novo coronavírus, anunciada no início da semana passada pelo presidente Vladimir Putin e que o resto do planeta recebeu com ceticismo.

“O primeiro lote da nova vacina contra a covid-19 foi produzido no Centro de Pesquisas Gamaleya”, anunciou o ministério da Saúde da Rússia em um comunicado, citado pelas agências de notícias do país.

O presidente Putin afirmou na terça-feira que uma primeira vacina “bastante eficaz” foi registrada na Rússia pelo Centro de Pesquisas de Epidemiologia e Microbiologia Nikolai Gamaleya, em Moscou, em associação com o ministério russo da Defesa.

Durante o anúncio, Putin também afirmou que uma de suas filhas foi vacinada com a Sputnik V, nome escolhido para o fármaco, em uma referência ao satélite soviético colocado em órbita em 1957, em plena Guerra Fria.


4 pensou em “Após calote na compra de respiradores, MA quer vacina russa via Consórcio

  1. É consórcio para compra de respiradores, que deu calote, agora consórcio para compra de remédios, e também tem consórcio de candidatos a prefeito de São Luís. A ilha rebelde já escolheu Braide. Kkkkkll nossa bandeira jamais será vermelha. Fora Flávio Cuba.

  2. Que V.Sa governador seja a primeira cobaia no teste da vacina no Maranhão. Aí sim, depois, caso não apresente efeitos colaterais, a população pode ser vacinada.

  3. A vacina Russa é uma fraude, não cumpriu todas as etapas para validação, não fez testes em humanos, não é reconhecida pela OMS e não tem patente. È somente uma tentativa de Vladimir Putin em mostrar poder e importância.
    Mas os esquerdóides do consórcio NE liderados pelo Gordin FD não iam perder essa chance de se aliar a Rússia!

  4. Pingback: Carlos Lula diverge de Dino e critica 'falsa esperança' sobre vacinas - Gilberto Léda

Os comentários estão fechados.