MP instaura inquérito para apurar emprego do filho de Waldir no TCE-MA

O promotor Zanoni Passos Filho, da Promotoria de Probidade Administrativa, instaurou hoje (10) um inquérito civil público para apurar o emprego fantasma do médico Thiago Augusto Maranhão, filho do presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão, no TCE-MA.

Thiago já é alvo de sindicância no próprio Tribunal de Contas (veja mais).

Ele tinha cargo de assessor do conselheiro Edmar Cutrim, mas atua há anos na medicina em São Paulo.

Há quem diga que, agora, o caso pode respingar em Cutrim.


14 pensou em “MP instaura inquérito para apurar emprego do filho de Waldir no TCE-MA

  1. E sobre o uso de um contrato de aeronave para defender Dilma, matéria não correlata às atribuições de um governador, o MP também não vai instaurar um inquérito?

  2. Pingback: Atual7

  3. Gostaria de que o promotor tenha a mesma conduta em abrir procedimentos contra o Senhor Governador do Estado pois o mesmo esta usando dinheiro publico para fins partidários e não em beneficio do estado

  4. Edmar Cutrim sempre foi eiro e vezeiro nesse tipo de troca de favores, barganhas etc. Outrora era carne e unha (compadre) do ex-procurador-geral de justiça Raimundo Nonato Carvalho, e aí tudo era resolvido na base do compadrio, inclusive o TCE era usado pra perseguir os adversários de Nonato Carvalho na PGJ. No entanto parece-nos que essa era acabou! Parabéns a esse destemido promotor da probidade administrativa

  5. Zannony deveria ir a fundo nessas investigações e em tudo que disser respeito ao ao TCE
    É incrível o que esses tribunais de contas(TCU no meio) nao sofrem fiscalização e seus conselheiros tem dinheiro até para eleger deputados, prefeitos…
    Vai fundo Zannony!

  6. Eu fico impressionado como o MP é tão destemido e agil para representar contra o filho de maranhão, mas silencia diante dos milhares de servidores fantasmas na Assembleia Legislativa do Maranhão, como por exemplo LUANA DE SABOIA DE ALMEIDA, filha do JUIZ LUIS GONZAGA, Diretora Adjunta de Recursos Humanos, que ganha $18.000,00 reais, outro como Marcos Caldas, ex-deputado, Aderson Lago (pai do secretario de transparência do governo flávio dino) , e etc…

Os comentários estão fechados.