Bira do Pindaré reclama ao ficar fora de pesquisa Econométrica

BIRAO deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) não gostou nada de ter seu nome rifado de todos os cenários da pesquisa Econométrica de intenções de votos em São Luís publicada no sábado (11) em O Estado.

Por meio de sua conta no Twitter ele atacou até o jornal – que apenas publicou o levantamento, contratado pela Class Mídia Comunicação e Marketing.

“Quem disse a Econométrica e ao EMA que eu deixei de ser pré-candidato? Flagrante a intenção de me excluir. Esse é o cenário do desejo deles”, reclamou.

A verdade é que Bira já é considerado carta fora do baralho há muito tempo. Seu partido, o PSB, tem conversas adiantadas com o PPS, pelo apoio à pré-candidata Eliziane Gama.

Na semana passada, os secretários estaduais Márcio Jerry (PCdoB) e Marcelo Tavares (PSB) ainda chegaram a tentar um último movimento: foram a Brasília conversar com o senador Roberto Rocha (PSB), pedindo que ele intercedesse pela garantia de legenda ao deputado estadual.

Saíram de lá desolados: Rocha os mandou conversar com o filho, vereador Roberto Rocha Júnior, presidente do PSB na capital.

“É ele quem discute candidatura em São Luís”, disse, segundo contam fontes próximas do senador.

É claro que uma reviravolta pode mudar o quadro. Mas como a pesquisa reflete o momento atual, está correta em não incluir Bira. Porque, se fosse hoje a eleição, ele não seria candidato.


7 pensou em “Bira do Pindaré reclama ao ficar fora de pesquisa Econométrica

  1. Não sei o que é pior, não aparecer na pesquisa ou ficar de chororó por não ter aparecido nela.

  2. Bira entrou na política como líder sindical e no governo passado apoiava os movimentos dos trabalhadores, mas agora tudo que faz é mensagem de apoio ao trabalhador através de outdoor no mês de maio e o resto do tempo babando Flávio Dino. Esse nao volta mais.

  3. Pingback: Instituto que acertou “na mosca” em 2014 prepara pesquisa em São Luís | Gilberto Léda

  4. Pingback: Bira chora quando fica fora de pesquisa, mas foge de debate com pré-candidatos | Gilberto Léda

Os comentários estão fechados.