Os “donos” de Jair Bolsonaro no Maranhão

A confirmação da eleição de Jair Bolsonaro (PSL) como presidente do Brasil deve dar início, no Maranhão, a uma disputa de bastidores.

Apresentam-se como representantes do novo presidente o deputado federal Aluisio Mendes (PODE), a ex-candidata a governadora Maura Jorge (PSL) e o vereador Chico Carvalho (PSL).

Cada um tem suas cartas na manga.

Aluisio apresenta-se como um parlamentar próximo de Eduardo Bolsonaro (PSL), filho de Jair. Ambos são oriundos da Polícia Federal e, na Câmara, integram a Frente de Segurança Pública.

Foi com esse cacife, por exemplo, que o deputado conseguiu uma audiência pessoalmente com Bolsonaro, ainda durante a campanha (reveja).

Mas Maura Jorge e Chico Carvalho também têm seus trunfos.

A ex-prefeita de Lago da Pedra foi a “candidata do Bolsonaro” nas eleições para o Governo do Maranhão. Na reta final, comandando carreatas do aliado, ainda conseguiu capitalizar alguns votos. No segundo turno, atuou ativamente a favor do candidato.

Já o vereador é o atual presidente estadual do PSL e deve usar isso como gabarito para tentar se manter na interlocução do presidente eleito no estado.


8 pensou em “Os “donos” de Jair Bolsonaro no Maranhão

  1. Os votos de Jair Bolsonaro no Maranhão não tiveram influência de grupos políticos, foi sim uma reação do povo contra as loucuras do PT.. Igual a eleição de Flávio Dino para governador, foi uma reação do povo contra o grupo Sarney que estava no poder há muito tempo. Espero que Bolsonaro tenha a humildade que Flávio Dino nunca teve e se tornou um ditador.

  2. Chico Carvalho não tem cacife pra liderar o partido de Bolsolixo no Maranhão e logo vai ser descartado. Pode até ser candidato a vice prefeito numa chapa da ultradireita. Nada mais. Não tem cacife nem saúde
    É um zero. (Não se pode dizer que é a esquerda, porque ele não tem ideologia

  3. Digo e repito: Jair Bolsonaro tem que agora, mais do que nunca abrir os seus olhos, pois o que irá surgir(e já está surgindo) de oportunistas cretinos, safados e vagabundos será uma verdadeira festa.
    Esse tal de Aluísio Mendes é o maior de todos. Surgiu da família Sarney e agora vem querer pagar uma de “coleguinha e aliado” do Bolsonaro. A quatro anos atrás ele nem mencionava o então deputado na Câmara dos Deputados e em suas atuações. Agora que virou presidente, de modo oportuno, canalha e cínico vem e aparece abraçado com o Bolsonaro?
    O mesmo serve para a Maura Jorge e para esse tal de Chico Carvalho(que nem sei quem é, mas parece que é ou foi um vereador daqui de São Luís), que estavam no ostracismo e agora querem ressuscitar a base da Onda do Bolsonaro?
    Canalhas!

  4. imbecil tu não sabe o que é ditadura. ditador é teu candidato cara de rapariga teu próprio candidato ja afirmou milhões de vezez que apoia a ditadura e alem de tudo é agressivo. espero ver voce aplaudindo quando ele tiver massacrando a populaçao são os verdadeiros atos de eleitor desse ditador é serem covardes e agressivos

Os comentários estão fechados.