Pressionado, Flávio Dino abre crédito suplementar de R$ 86 milhões ao Fepa

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), editou na semana passada um decreto abrindo crédito suplementar de R$ 86 milhões ao Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria (Fepa), responsável pelo pagamento de aposentadorias e pensões dos servidores do Estado.

A medida foi tomada justamente no momento em que a bancada de oposição mais pressiona o governo a dar explicações sobre o rombo da Previdência estadual e exatamente no mesmo dia em que um novo relatório de instrução do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) reafirmara a ilegalidade dos remanejamentos do Fundo realizados pelo Executivo (reveja).

De acordo com o ato, publicado na edição do Diário Oficial do Estado do dia 29 de novembro, serão R$ 44 milhões para a rubrica “Proventos de Aposentadoria do Poder Executivo” e outros R$ 42 milhões “Pensão Previdenciária do Poder Executivo”.

A má notícia é para os aposentados e pensionistas da Assembleia, do TCE, do Ministério Público e do Judiciário. Foi destes que o governador cancelou dotações para garantir o orçamento do Fepa.

_________________Leia mais
Governo já sacou mais de R$ 1 bilhão de aplicações financeiras do Fepa
Previdência do MA está operando “em regime de caixa”, aponta especialista
César Pires alerta: Funben pode ser usado para cobrir rombo do Fepa
Braide quer explicações sobre a situação financeira do FEPA
Braide revela baixa de rendimentos da Previdência do MA
“O governo está quebrando as finanças do MA”, diz Adriano


2 pensou em “Pressionado, Flávio Dino abre crédito suplementar de R$ 86 milhões ao Fepa

  1. Pingback: Maranhão está sem Certificado de Regularidade Previdenciária - Gilberto Léda

Os comentários estão fechados.