Rua Grande, em São Luís, lota na reabertura do comércio

A reabertura de parte do comércio no Maranhão já provocou pelo menos uma grande aglomeração.

Em São Luís, vários consumidores se dirigiram à Rua Grande, principal centro comercial da capital, para fazer compras na manhã de hoje (25).

Informes dão conta de que no João Paulo e na Praça Deodoro a situação é parecida.

Desta segunda-feira em diante juntam-se aos estabelecimentos que já poderiam ficar abertos (como supermercados, farmácias, mercados, óticas e home centers) as pequenas empresas exclusivamente familiares (veja abaixo a lista do que pode, e do que não pode abrir).

Veja abaixo o que pode e o que não pode funcionar a partir de hoje.

PODEM FUNCIONAR
– Pequenas empresas exclusivamente familiares
– Supermercados e mercadinhos, com metade da capacidade
– Delivery de bar, restaurante, lanchonete, depósitos de bebidas e similares
– Hospitais, clínicas, farmácias, óticas e laboratórios
– Drive thru ou retirada no local desses mesmos estabelecimentos
– Serviços de entrega e retirada de lavanderia
– Lojas de tecido
– Oficinas e venda de material de construção
– Coleta de lixo e postos de combustível

NÃO PODEM FUNCIONAR
– Academias, shopping centers, cinemas, teatros, bares e casas noturnas
– Restaurantes, lanchonetes, salões de beleza e lojas
– Visitas a pacientes suspeitos ou confirmados com coronavírus


2 pensou em “Rua Grande, em São Luís, lota na reabertura do comércio

  1. Com esse “libera geral” como está se chamando as flexibilizações das medidas de distanciamento social, é forçoso se deduzir o desespero das autoridades estaduais no gerenciamento ao Covid – 19! Se a curva epidemiológica do Governo Flávio Dino explicitasse pelo menos o pico ou a queda da Pandemia, nem que fosse maquiadas, ainda se relevava?? Se engolia!!!??

  2. Pingback: Procon fiscaliza e orienta comerciantes sobre reabertura na Rua Grande - Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *