PGJ manda arquivar inquérito sobre compra de respiradores no MA

O procurador-geral de Justiça do Maranhão, Eduardo Nicolau, determinou o arquivamento de um inquérito contra o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, instaurado para apurar “possível ocultação, por parte do Governo do Estado do Maranhão, de valores referentes a gastos realizados por meio do Consórcio Nordeste para combate à pandemia do novo coronavírus”.

O pedido de arquivamento foi feito pelo próprio promotor que abriu a investigação, Danilo José de Castro Ferreira, da Assessoria Especial de Investigação do Ministério Público do Maranhão (MPMA). Ele concluiu que não houve ilegalidade nos procedimentos realizados pela SES para as malsucedidas compras de respiradores do exterior, via Consórcio Nordeste.

Agora, Lula enfrenta apenas um processo referente ao caso: um procedimento de controle aberto no Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão. Conforme já detectado pela Corte de Contas, Secretaria deixou de informar corretamente no Portal da Transparência os milionários gastos com as tentativas de compra.

Segundo relatório de instrução da auditora estadual de Controle Externo Aline Vieira Garreto, apresentado ao conselheiro Antônio Blecaute, além disso houve superfaturamento na compra dos equipamento (reveja).

Saiba mais sobre o assunto aqui.


10 pensou em “PGJ manda arquivar inquérito sobre compra de respiradores no MA

    • Historicamente, quase todos os atos procedimentais de autoridades do Governo do Estado e da PMSL com indícios graves de crimes administrativos, hoje chamados de crime de improbidade administrativa, são convalidados pelos órgãos de controle externo e pelos poderes independentes deste estado. Quem não lembra dos inúmeros escândalos do DER, da Cohab, do Ipem, do BEM (que no final de todos os governos estava quebrado só de conceder empréstimos camaradas fraudulentos a políticos e amigos destes); da famosa Estrada Fantasma Paulo Ramos-Arame, do rumoroso Caso do Ginásio Costa Rodrigues (ainda em fase de denúncia e defesa após 10 anos do ocorrido), do VLT de Castelo, enfim, de tantos outros escândalos monumentais de malversação de recursos públicos que foram palco este estado.

      Pensávamos erroneamente que com FD isso tudo iria acabar. Pelo contrário, piorou! Essa “permissividade” não tem mais graça alguma.

    • Historicamente, quase todos os atos procedimentais de autoridades do Governo do Estado e da PMSL com indícios graves de crimes administrativos, hoje chamados de crime de improbidade administrativa, são convalidados pelos órgãos de controle externo e pelos poderes independentes deste estado. Quem não lembra dos inúmeros escândalos do DER, da Cohab, da Setop, do IPEM, do BEM (que no final de todos os governos estava quebrado só de conceder empréstimos camaradas fraudulentos a políticos e amigos destes); da Alema, da famosa Estrada Fantasma Paulo Ramos-Arame, do rumoroso Caso do Ginásio Costa Rodrigues (ainda em fase de denúncia e defesa-prévia após 10 anos do ocorrido), do VLT de Castelo, enfim, de tantos outros escândalos monumentais de malversação de recursos públicos que foram palco este estado.

      Pensávamos erroneamente que com FD isso tudo iria acabar. Pelo contrário, piorou! Essa “permissividade” não tem mais graça alguma.

  1. No MA, FD tem o judiciário e o legislativo como suas marionetes. Ai, pode-se fazer o diabo que não dá em nada. Só não faz nada pelo estado. E ainda tem a cara-de-pau de cobrar de bolsonaro que governou por 2 anos com os dois poderes jogando contra e, mesmo assim, ainda conseguiu tentar governar.

  2. País da putaria. é por isso que nunca acaba a roubalheira, a justiça é alienada a todo tipo de corrupção deste desgoverno. Da vontade de pedir pra soltar um míssel nesses poderes.kkkkk

  3. A verba é Federal, portanto, a justiça competente é a federal!
    O Procurador geral da República é quem tem competência para apurar esses fatos.
    DINÓQUIO sorvetao ainda vai ser preso.

    • Quando perder a cadeira de governador em abril de 2022 não vai mandar mais em nada no MP, TCE, Alema e TJ.

      O MA sempre foi promíscuo entre autoridades, isso é apenas uma repetição do que vemos ao longo dos anos. Talvez uma das razões da eterna pobreza deste infeliz estado. A esperança é que algum dia mude.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *