Edilázio comenta prejuízo de R$ 5 mi do Maranhão com Consórcio NE

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) comentou hoje (10), nas redes sociais, a denúncia do Blog do Gilberto Léda de que passa dos R$ 5 milhões o prejuízo do Governo do Maranhão com as malfadas compras de respiradores pulmonares via Consórcio Nordeste feitas em meio à pandemia do novo coronavírus (saiba mais).

Ele questionou se o valor “recairá sobre os maranhenses”.

“O governador do Maranhão causou um prejuízo de mais de R$ 5 milhões ao Estado, na falha tentativa de comprar respiradores pulmonares por meio do Consórcio Nordeste. Mesmo pagando este valor absurdo, não obteve a mercadoria. Esta irresponsabilidade recairá sobre os maranhenses?”, perguntou.

Segundo revelou o blog ainda em junho, a gestão Flávio Dino (PCdoB) tentou efetuar duas compras por meio do colegiado de governadores nordestinos, mas não recebeu os respiradores em nenhuma delas. Na primeira, o Estado pagou R$ 4,9 milhões por 30 respiradores que nunca chegaram (releia).

Na segunda, o governo pagou R$ 4,3 milhões, também não recebeu os respiradores – seriam 40 -, mas diz que foi ressarcido dos valores pelo consórcio (relembre). Agora, sabe-se que o ressarcimento foi feito com deságio (saiba mais).

Em relação ao primeiro calote, tramita na 21ª Vara Cível de Brasília, ação popular de autoria do próprio deputado Edilázio Júnior (PSD), com pedido de liminar, para que o Estado do Maranhão, o Consórcio Nordeste e a HempCare Pharma sejam obrigados a devolver aos cofres públicos os mais de R$ 4,9 milhões que o governo Flávio Dino (PCdoB) repassou ao colegiado de governadores (veja aqui).


1 pensou em “Edilázio comenta prejuízo de R$ 5 mi do Maranhão com Consórcio NE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *